Passado o turbilhão de emoções que representam os primeiros dias de apresentação no trabalho, o que se assemelha aquele momento de agitação em que o barco ultrapassa a zona de rebentação das ondas, encontramos o mar mais calmo à nossa frente. Lembra daquele filme com Tom Hanks, O Náufrago? O momento em que ele decide abandonar a ilha e se lançar ao mar? A etapa mais conturbada no início de sua navegação é justamente enfrentar e ultrapassar as ondas iniciais. Muita adrenalina, olhos arregalados, cuidado para não beber água e respiração ofegante.

Agora que você venceu esta etapa inicial e tem um mar aberto para navegar é chegada a hora de receber de sua chefia as primeiras missões relativas ao trabalho que será desenvolvido por você. Quando falamos em mar aberto queremos que entenda o que isto significa. Você terá liberdade de escolher quais os rumos seguir em sua carreira. Poderá rumar ao norte, sul, leste ou oeste. Está em suas mãos fazer a escolha do rumo certo que te levará ao continente sonhado. Negligenciar a escolha de rumo levará você à ilhas desertas, habitadas por pessoas inóspitos ou mesmo a navegar em círculos, retornando sempre ao mesmo local sem progredir nunca.

Mas como agir então? Que caminho tomar? Você deve estar se perguntando, não é? Como mencionado em outro artigo, não tivemos a oportunidade de receber orientações detalhadas acerca da futura carreira, do que nos esperava e como nos posicionar diante de cada nova chance ou de ameaças no trabalho.

Depois de muitos anos coordenando processos e pessoas, aprendemos muito sobre o comportamento humano. Muito mais que qualquer ensinamento obtido em cadeiras específicas na universidade foi a prática diária que nos possibilitou descobrir roteiros para auxiliar na sua escolha dos rumos a seguir para uma navegação mais tranquila. Para que não passe pelas mesmas dificuldades e angústias que passamos. Para que vá direto ao ponto e seja respeitado e admirado pelos seus colegas e superiores no menor tempo possível.

Para encontrar o rumo correto em sua navegação durante a carreira você deve dispor dos mapas adequados. Lembre-se que muitas tempestades e calmarias surgirão em seu caminho e somente um mapa permitirá não se perder e ajustar as velas da melhor forma possível para aproveitar os ventos que certamente soprarão em seu caminho. Conversaremos mais nos próximos posts.

Até breve! Abraço!

Benhur Teixeira