escalando-metas

COMO FICAR ENTRE OS 20% QUE SE DESTACAM – TENHA METAS E ATINJA OBJETIVOS

Você sabe quando planejamos fazer aquela viagem dos sonhos e não dispomos de dinheiro suficiente para realizá-la? Já passou por esta situação também? Pois é. Diz a lógica que uma das formas de alcançarmos o nosso objetivo é poupar uma certa quantia de nossos ganhos durante o tempo necessário até conseguirmos o suficiente para pagar a tal viagem. Ou seja, estabelecemos uma meta clara a ser perseguida e que tornará nosso objetivo possível.

Esta estratégia de estabelecer metas para alcançar objetivos é utilizada em diversos campos de nossas vidas mesmo sem nos darmos conta. Concorda? Quase que automaticamente! Então vamos combinar que metas são como degraus que buscamos vencer para atingir andares superiores onde estão os objetivos.

Da mesma forma você encontrará na empresa onde trabalha ou no seu empreendimento uma gama de objetivos a serem alcançados no curto, médio e longo prazo, os quais requerem o estabelecimento e cumprimento de metas específicas para serem atingidos.

Não estabelecer metas é navegar sem saber a velocidade e a direção de seu barco. É navegar às escuras, sem rumo algum!

Normalmente empresas com boa prática de gestão entregarão a você as metas já definidas a serem atendidas periodicamente em seu trabalho. Porém, esteja atento para o caso de isto não ocorrer. Esta situação exigirá que você mesmo estabeleça as metas de sua atividade de acordo com os objetivos finais esperados pelo seu setor de trabalho e organização.

Estabelecer e cumprir metas é condição obrigatória para que você apresente os melhores resultados e se diferencie da média! Toda empresa que tenha como modelo gerencial a meritocracia saberá reconhecer seu esforço e o premiará.

Um dos grandes líderes do mundo corporativo, Jack Welch, conduziu a General Eletric ao sucesso em seus 40 anos na empresa, atuando nos mais diferentes mercados em todo o mundo. Ele sempre reforçou a importância da diferenciação entre pessoas como sendo a base do sucesso de empresas ou empreendimentos, ainda que o tema seja controverso para algumas poucas empresas públicas.

Neste método os gerentes avaliam e classificam seus empregados em termos de desempenho. Os 20% superiores, os 70% intermediários e os 10% inferiores (método 20-70-10).

Aos primeiros 10%, elogios, treinamentos, admiração, cargos de liderança e uma ampla variedade de recompensas sentidas no seus bolsos e suas almas (veja também o post “Decole na carreira! Mostre resultados!)

Os 70% intermediários, ou a grande massa de empregados da empresa, deve ser monitorada para que se identifique os mais promissores para que sejam movimentados entre diversas áreas para enriquecer suas experiências e testar sua habilidade de liderança e com potencial para ingressar no seleto grupo dos 20% superiores.

Finalmente os 10% inferiores. Já sabemos o destino destes não é?

Neste ponto preciso ser o mais franco possível com você. Toda caminhada profissional é solitária e as empresas diferenciam as pessoas com alto desempenho das outras. É algo Darwiniano. Os mais fortes vencem e os mais fracos são excluídos com o passar do tempo. Simples e cruel assim! Mas é a pura realidade.

Então estabeleça as melhores parcerias em todas as áreas pois elas serão fundamentais para o seu desempenho e sucesso. Não se deixe iludir pela influência de profissionais negativos ou reativos. Não se alie àquelas “turminhas” ou “tribos” existentes em todo local de trabalho.

Nada nem ninguém poderá proteger e alavancar sua carreira senão você mesmo. Esteja preparado para entrar no campo de jogo conhecendo as regras e com uma visão muito clara sobre aquilo que deseja para sua carreira. Em que grupo dos 20-70-10 você vai querer estar?

Um dica importantíssima: Nunca estabeleça metas para si ou para outros que sejam inalcançáveis. Isto só causa frustração e desmotivação.

Muitas vezes na expectativa de alcançar objetivos no menor tempo possível trabalhamos com metas ousadas demais e nos frustramos por não atingi-las, tendo de revisá-las posteriormente. Esta é uma tentação em que caímos com facilidade quando recebemos ou estabelecemos os primeiros desafios na empresa.

É preferível estabelecer metas menores no início e ir aumentando as exigências com o passar do tempo conforme a própria prática mostrará.

Uma vez estabelecidas suas metas, persiga-as. Seja implacável e não invente ou aceite desculpas esfarrapadas para não atingi-las.

Jamais conte com a sorte, pois ela somente bate a porta daqueles que estão preparados e trabalhando muito! Acredite.

Até o próximo artigo.

Benhur Teixeira / Equipe Tête-a-Tête

 

Deixe uma resposta