FAUVISMO

Fauvismo foi um movimento artístico vanguardista francês que surgiu no começo do século XX, conhecido principalmente pelo uso das cores fortes e puras, além de obras que fugiam das regras da realidade.

No entanto não era considerado um movimento organizado, pois, ao contrário do exemplo de outros movimentos artísticos, este não tinha um manifesto ou um posicionamento político-social.

Os artistas do fauvismo não interpretavam a arte como uma ferramenta intelectual ou para expressar posicionamentos políticos, os fauvistas apenas reproduziam a subjetividade das emoções.

O nome deste movimento se originou a partir da expressão francesa “lesfauves”, que significa literalmente “os selvagens”, criada pelo crítico de arte Louis Vauxcelles, durante a exposição no “Salão dos Independentes”, uma referência ao “purismo” e intensidade das cores que os artistas utilizavam em suas obras.

As obras de Van Gogh e Gauguin são algumas das principais referências do fauvismo, assim como a arte africana, em especial as máscaras, que tinham como principal característica as cores quentes e fortes.

Entre os artistas que se destacaram como representantes do movimento fauvista, estão: Henri Matisse (1869 – 1954), Georges Braque (1882 – 1963), Paul Cézanne (1839 – 1906), Albert Marquet (1875 – 1947), George Rouault (1871 – 1958) e Andre Derain (1880 – 1954).

Algumas das obras que marcam esta vanguarda são: “Mulher com Chapéu” (1905, Matisse); “A Dança” (1910, Matisse); “O Porto de Londres” (1906, André Derain); “O Porto de Anvers” (1906, Georges Braque); entre outros.

A Dança - Matisse - Fauvismo

Características do Fauvismo

  • Uso intenso das cores puras (não misturadas), com destaque para o amarelo, vermelho e azul;
  • Sem compromisso com a realidade;
  • Liberdade da cor (utilizar as cores de forma subjetiva);
  • A moralização, a melancolia e a tristeza eram representadas de forma suave e alegre;
  • As cores devem transmitir emoções positivas;
  • Sem intenções críticas ou políticas;
  • Criar sem relação com sentimentos ou intelectos.

Fauvismo no Brasil

O total estilo do fauvismo nunca foi adotado por nenhum artista brasileiro, porém algumas características e elementos típicos das obras fauvistas foram aproveitadas por pintores como Artur Timóteo da Costa (1882 – 1923), Mário Navarro da Costa (1883 – 1931) e Inamá José de Paula (1918 – 1999).


Até logo!

Benhur Teixeira

Equipe Tête-à-Tête

Deixe uma resposta