Quando você pode descansar? Quando o descanso é possível?

Descansar só é possível quando você para todas as atividades. Quando você para de se movimentar, de trabalhar, pensar, falar, ver, escutar, cheirar, degustar – quando todas essas atividades param – aí você fica descansado. Quando você para voluntariamente todas as atividades há o descanso. Quando você fica apenas com as atividades involuntárias (respiração, batidas do coração, digestão da comida no estômago, circulação do sangue, etc.) aí você está dormindo.

Dormir traz descanso, mas é um descanso completo?

Veja sua própria experiência quando você não está em um sono profundo:

  • Houve alguma inquietação, agitação ou desejo
  • A mente estava planejando, planejando e planejando
  • Suas ambições te deixavam inquieto
  • Você estava ansioso sobre fazer alguma coisa: “Ah, eu tenho que fazer isso”

Em todas essas circunstâncias – sua mente não estava livre.

Apenas quando a mente se aquieta, a meditação acontece. A meditação dá descanso total e relaxamento.

Como se livrar dos desejos?

Quanto mais desejos persistirem na sua mente, mais longe você estará do total repouso. No Bhagavad Gita, Krishna diz: “Você não pode entrar em yoga (união com o ser), a menos que você largue os desejos e anseios que estão em você”.  Mesmo se alguns poucos desejos persistirem em sua mente, você ainda não poderá alcançar um descanso profundo.

Amplie seu desejo

Outra maneira é expandir seu desejo, fazer ele ficar muito grande! Então ele não irá te incomodar pois não é aquele minúsculo grão de areia que irrita seu olho. Uma grande pedra, uma rocha, nunca poderá entrar no seu olho, não poderá irritar você.

Desprenda-se

Quanto mais você se agarra ao “fazer” algo (em ser o fazedor), enquanto você se agarra a algum planejamento (“Eu quero fazer isso, eu quero fazer aquilo”), sua mente não se aquieta. Cada desejo, ou ambição, é como o grão de areia nos seus olhos – te irrita. Você não pode fechar seus olhos, nem mantê-los abertos. Se há um grão de areia nos seus olhos ele é desconfortável de qualquer forma.

Desprendimento é remover esse grão de poeira ou de areia dos seus olhos, então, você poderá abrir ou fechar os olhos livremente – poderá aproveitar o mundo livremente, poderá relaxar e se sentir aliviado com isso.

O desprendimento não é indiferença

– Mas de qualquer forma todos morrerão e serão enterrados! então o que se pode fazer agora? Isso é indiferença não desprendimento. Há incompletude no estado de indiferença.

O desprendimento é cheio de entusiasmo e alegria, traz toda alegria para sua vida e permite que você descanse. Quando você entra fundo em meditação é que você descansa bem, e ao despertar dessa meditação você fica muito dinâmico e está pronto para agir melhor. Quanto mais profundamente você for capaz de descansar, mais dinâmico você será em sua atividade. Apesar de descanso profundo e atividade dinâmica serem valores opostos, eles são complementares.

Descanso profundo => Meditação profunda=> Sair da meditação=> Ação dinâmica.

Aprendendo a deixar ir… e relaxar

Quando você aprender a deixar ir, se desprender, você será mais feliz. Quando começar a ser mais feliz, mais lhe será dado.

Para adormecer, você precisa deixar ir um monte de coisas – só assim você pode descansar.

Por que não fazer isso a respeito do momento de cada atividade? Pelo menos quando você quer sentar para meditar, ou durante a meditação, deixe de lado todas as coisas.

A melhor maneira para fazer isso é pensar ou sentir: “O mundo está desaparecendo, se dissolvendo, morrendo. Eu estou morto!”

No que você pode se segurar? Você não pode nem segurar esse corpo para sempre! Qualquer que seja o cuidado que você tem com seu corpo, um dia ele ainda irá te dizer adeus! Você será expulso a força desse lugar – para fora desse mundo – sem aviso prévio! Antes do corpo te deixar, você tem que aprender  a deixar tudo. Isso é liberdade.

Meditação é:

  • Deixar ir toda a raiva do passado
  • Deixar ir todos os eventos do passado
  • Deixar ir todo os planos para o futuro
  • Aceitar esse momento
  • Viver todo momento inteiramente com profundidade

Meditação é a arte de não fazer nada. O descanso na meditação é mais profundo que o sono mais profundo que você já teve! Muitas vezes é mais profundo porque no sono os desejos continuam persistindo em algum lugar. Entretanto, na meditação você transcende todos os desejos. Isso traz muito frescor para o cérebro! É como uma revisão ou manutenção de todo o complexo corpo-mente.

Deixe ir e veja. Só essa compreensão e alguns dias de práticas contínuas de meditação – que trazem muito mais relaxamento – podem transformar a qualidade da sua vida.


Crédito: Meditação e relaxamento.

Até mais!

Equipe Tête-à-Tête