A quarentena é uma medida de saúde voltada a manter pessoas isoladas para frear as contaminações por uma doença.

Um exemplo de quarentena é a observada durante a pandemia do​​​ coronavírus (COVID-19), doença causada pelo vírus Sars-Cov-2, descoberta no final de 2019. O vírus apareceu inicialmente na China, mas atingiu mais de uma centena de países.

O objetivo é controlar as contaminações e o alastramento da doença, principalmente as que são causadas por vírus ou bactérias. Dependendo da situação, a quarentena pode ser cumprida em casa ou em ambiente hospitalar.

A decretação da quarentena também pode restringir a circulação das pessoas. O governo que decide a medida deve especificar as condições e as saídas à rua podem ser permitidas apenas para acesso aos serviços essenciais.

Como funciona a quarentena?

A quarentena deve ser cumprida pelo período de incubação do vírus ou bactéria e isso varia para cada doença. Por exemplo, o período de incubação do coronavírus pode chegar a 14 dias, a dengue tem um período entre 4 e 10 dias e o H1N1 (gripe suína) entre 3 e 5 dias.

O objetivo é evitar o contato para impedir que quem já foi contaminado transmita a doença para outras pessoas. A quarentena funciona como uma espécie de “barreira”, é uma contenção social para frear a transmissão da doença.

Quanto tempo dura?

A quarentena não precisa durar necessariamente quarenta dias. Os períodos são decididos de acordo com a quantidade de contágios, o período de incubação e a situação dos locais afetados.

Um período inicial pequeno (de 14 dias, por exemplo) pode ser prorrogado se os casos de contágio da doença não diminuírem.

Quais os cuidados básicos a tomar nesse período?

Para que a quarentena seja eficiente é preciso tomar os seguintes cuidados indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS):

Permanecer em casa

Ficar em casa o máximo que for possível é o ideal. As saídas à rua só devem acontecer em situações inevitáveis, como ir ao supermercado ou à farmácia.

Ao ficar em casa é importante tentar evitar o contato muito próximo e idosos e crianças devem ser especialmente protegidos durante uma quarentena.

Também é importante não receber visitas e se fizer pedidos por telefone ou pela internet, receba as encomendas na porta, tomando todos os cuidados de higiene e distância.

brincar

Fazer atividades para distrair as crianças durante a quarentena é importante para mantê-las tranquilas.

Ter atenção com os cuidados de higiene

Manter os hábitos de higiene recomendados pelos órgãos de saúde é muito importante:

  • lavar frequentemente as mãos com água e sabão;
  • tossir usando um lenço descartável ou usar o antebraço para proteção;
  • quando precisar sair de casa, evitar o contato com outras pessoas;
  • lavar e higienizar as compras trazidas da rua;
  • não compartilhar utensílios domésticos e produtos pessoais com outras pessoas.

Se precisar sair à rua, reforce os cuidados de higiene e mantenha uma distância segura de outras pessoas. Tenha atenção especialmente com olhos, nariz e boca. Evite tocá-los, principalmente se não estiver com as mãos limpas.

lavar mãos

Lavar as mãos com frequência é um dos hábitos mais importantes para evitar contaminações.

Ter hábitos saudáveis para manter a imunidade alta

Para manter a saúde em dia é preciso se alimentar bem, comer alimentos variados e tomar bastante água. Se você estiver saudável, seu corpo lidará melhor com uma possível contaminação.

Fazer algum exercício físico em casa e dormir bem também são hábitos saudáveis que ajudam a cuidar da saúde, principalmente em períodos de quarentena.

alimentação

A alimentação saudável ajuda a manter a saúde em dia.

Cuidar da saúde mental

Praticar hábitos para manter a saúde mental e a tranquilidade durante a quarentena é tão importante como os outros cuidados.

Sempre que possível procure ter momentos de distração e relaxamento. Tire proveito das redes sociais para manter contato com amigos e familiares, leia, veja filmes, medite e descanse.

Aproveite o tempo da melhor forma que puder e lembre que a quarentena é temporária.

meditação

Meditação e exercícios de respiração e relaxamento ajudam a manter a tranquilidade.

Outras situações de quarentena pelo mundo

Antes da pandemia do coronavírus, outras quarentenas já foram decretadas. No século XIV, a peste negra atingiu vários países europeus e muitas cidades adotaram medidas de controle de entrada e circulação de pessoas para frear o contágio pela peste.

Mais recentemente, em 2011 a quarentena foi colocada em prática em muitos países para conter a propagação da gripe H1N1.

Em 2003 parte da China também se colocou em quarentena para conter a disseminação da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave).


Cuide-se!

Equipe Tête-à-Tête