Contexto histórico

A Era Vitoriana é o período da história da Inglaterra em que a rainha Vitória I governou (entre 1837 e 1901). Esta época ganhou importância na história inglesa, pois foi marcada por grande desenvolvimento econômico e industrial do país, além das conquistas coloniais. Na Era Vitoriana, a Inglaterra tornou-se o país mais rico e poderoso do mundo.

Quem foi a rainha Vitória I

Nascida em Londres em 24 de maio de 1819, subiu ao trono britânico em 1837, após a morte do seu tio Guilherme IV. Integrante da Casa de Hanôver (família nobre europeia de origem germânica) casou-se com o príncipe Alberto de Saxe-Coburgo-Gota e teve nove filhos. Seu reinado terminou com sua morte em 22 de janeiro de 1901.

Resumo das principais características da Era Vitoriana:

– Restauração do prestígio da Coroa Inglesa;

– Forte desenvolvimento industrial (período da Segunda Revolução Industrial);

– Período em que a Inglaterra fortaleceu seu sistema colonialista (neocolonialismo), conquistando e explorando novas colônias na África, Ásia e Oceania;

– Política social baseada na implantação de rígidos valores morais;

– Repressão aos críticos das ideias vitorianas e àqueles que não seguiam os valores morais propostos pelo regime. Houve perseguição à escritores, homossexuais, políticos opositores e artistas;

– Grande investimento em infraestrutura (ferrovias, portos e instalação de telégrafos);

– No campo das relações internacionais, o período ficou conhecido como Pax Britannica (Paz Britânica), pois houve amplo desenvolvimento com poucos conflitos armados;

– Fortalecimento do capitalismo liberal (liberalismo econômico);

– Período marcado por significativo crescimento demográfico da Inglaterra, sendo que a população do país quase duplicou;

– Amplo crescimento e desenvolvimento da burguesia industrial e comercial. A Lei da Grande Reforma de 1832 foi amplamente favorável à burguesia;

– Nesse período houve também um significativo crescimento da atuação das trade unions (associações de trabalhadores), que conquistaram vários direitos trabalhistas (redução de jornada de trabalho, legislação trabalhista, aumentos salariais e melhores condições de trabalho). Também conquistaram o direito de participação mais ativa na vida política inglesa;

– Supremacia (domínio) política e econômica britânica no cenário mundial.

Era Vitoriana na cultura

Apesar da censura e perseguição aos artistas que se opunham ao regime vitoriano, o período foi marcado por grande desenvolvimento artístico e cultural em várias esferas das artes (arquitetura, literatura, teatro e etc.). As artes buscavam satisfazer os anseios culturais de uma classe média ávida por cultura.

Na arquitetura podemos destacar o movimento neogótico que buscou reavivar o estilo gótico medieval. Na literatura podemos destacar os romances, sendo que os escritores mais importantes do período foram Charles Dickens, George Eliot e Thomaz Hardy. No teatro, destacam-se as obras do dramaturgo irlandês Oscar Wilde.

Segunda Revolução na Inglaterra ocorreu durante a Era Vitoriana (imagem: indústria inglesa do final do século XIX).


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête