John F. Kennedy (1917-1963) nasceu em Brookline, Massachusetts, Estados Unidos, no dia 29 de maio de 1917. Filho de Joseph Kennedy e Rose Fitzgerald, rica família católica. Em junho de 1940 formou-se na Universidade de Harvard. Em julho publica “Por que a Inglaterra Dormia”, sua tese de conclusão de curso.

Em 1941 alista-se na Marinha dos Estados Unidos. Em dezembro o Japão ataca a base naval norte-americana de Pearl Harbor. Os Estados Unidos entram oficialmente na Segunda Guerra Mundial. Em 1946 Kennedy é eleito deputado. Em 1947 visita a Europa e descobre ser portador do mal de Addison. Foi reeleito em 1948 e 1950. Em 1952 foi eleito para o Senado.

No dia 12 de setembro casa-se com Jaqueline Bouvier. Entre 1954 e 1955 passa um longo período em convalescença após uma cirurgia na coluna. Em julho de 1960 é indicado à presidência pelo Partido Democrata. Em novembro é eleito presidente dos Estados Unidos.

Em março de 1961 criou o Corpo da Paz, chefiado por Robert Shriver, seu cunhado, formado por grupos voluntários norte-americanos, a serviço de nações menos desenvolvidas. Em abril, fracassa na tentativa de invasão de Cuba na Bahia dos Porcos. Em março de 1962 anuncia a retomada dos testes nucleares na atmosfera. Em julho de 1963 submete o projeto de lei dos direitos civis à aprovação do Congresso.

O presidente, acompanhado de sua esposa Jaqueline Kennedy, estava em visita a Dallas, no Texas. Os jornais o criticavam por infidelidade à Constituição e tolerância em relação a Moscou e ao comunismo. No começo da tarde, desfilando em carro aberto, Kennedy é assassinado. Era 22 de novembro de 1963.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête