Gueixa

Gueixa (ou gueisha) é um termo japonês que significa artista. As gueixas são mulheres da tradição japonesa com formação em diferentes artes, vocacionadas para o entretenimento de clientes ou convidados em banquetescasas de chá ou outros locais (públicos ou privados) onde sejam requisitadas. São caracterizadas pela forma especialmente cuidadosa com que se vestem, se penteiam e se pintam.

Uma gueixa inicia sua formação ainda muito jovem, sendo no começo designada por maiko, que significa aprendiz. Durante a formação, as futuras gueixas têm aulas de canto, música, dança, postura e etiqueta, aprendem tarefas domésticas e artes tradicionais japonesas em locais próprios para o efeito denominados de okiya.

As tatuagens de gueixas também são bastante populares principalmente para mulheres, pois representam força, delicadeza e inteligência. Apesar da figura de uma gueixa estar muitas vezes ligada ao conceito de servidão, a grande maioria escolhe fazer essa tatuagem porque a gueixa era um exemplo de cultura, sendo uma pessoa intimamente ligada ao mundo das artes.

É frequente a confusão entre gueixa e prostituta, mas a entrega ao sexo não é a principal função de uma gueixa (muito menos obrigatório).

A gueixa tem servido de inspiração para diversas produções artísticas, dentre as quais se destacam a ópera Madame Butterfly, de Puccini, e o filme Memórias de uma Gueixa (Memoirs of a Gueisha), do diretor Rob Marshall, baseado no best-seller homônimo de Arthur Golden, publicado em 1997. Na letra da popular canção Você é Linda, Caetano Veloso utiliza a singularidade da gueixa como referência, logo no primeiro verso “Fonte de mel nos olhos de gueixa”.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête