Provavelmente um dos sete pecados capitais mais controversos, a luxúria fala de prazer, sexo e sensualidade. Ela está ligada a um desejo intenso pelo corpo e pelo prazer carnal. Mas, afinal você sabe o que é luxúria? Vamos desvendar este que é um dos sete Pecados Capitais.

Muita gente considera que a Igreja Católica é contra o sexo e o prazer, principalmente por conta deste pecado, mas alguns teóricos e padres pensam diferente. Para eles, sexo está relacionado ao prazer, mas apenas quando feito com um parceiro, onde existem trocas mais profundas do que apenas a física. Isto é, é preciso que tenha amor e não apenas tesão. Veja abaixo algumas explicações do que é luxúria, este que é o pecado da “carne”.

O que é a luxúria e quais suas características?

De acordo com a Igreja, a luxúria prejudica a dignidade do corpo, pois quando em excesso, leva a atos considerados abomináveis pela sociedade, como o masoquismo, a zoofilia e a pedofilia, por exemplo. Em muitos desses casos, a relação se torna forçada, onde o lascivo se preocupa apenas consigo mesmo e se esquece das vontades e necessidades do outro, cometendo crimes.

A luxúria e outros dos 7 Pecados Capitais

A luxúria está relacionada à posse e à ganância, duas características presentes na avareza. Outra ligação com os Sete Pecados Capitais é com a sensação de superioridade que se tem em relação ao outro, que se enquadra na soberba. Não importa o que ele quer, eu sou melhor, mais forte e por isso, dito as regras.

Além disso, a luxúria pode levar a outros pecados, como o adultério e a desejar quem já é comprometido. O famoso “cobiçar a mulher do próximo”.

Uma maneira de evitar a luxúria é procurar relacionamentos profundos e duradouros, onde você consegue ter prazer e liberdade sexual junto com o carinho, a cumplicidade, o afeto e o espírito. O sexo passa a ser mais gostoso, pois você se sente à vontade para propor novidades, experimentar e criar com seu parceiro


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête