Poema épico grego atribuído a Homero e composto em 24 cantos. Como apresenta uma estrutura complexa, com várias partes, alguns pesquisadores acreditam que vários autores o teriam composto. Assim como a Ilíada, igualmente atribuída a Homero, a Odisseia está relacionada ao ciclo da Guerra de Troia.


A Odisseia é dedicada ao retorno de Ulisses (também conhecido como Odisseu) que, durante dez anos, tem de enfrentar múltiplos perigos por terra e mar antes de chegar a seu reino, Ítaca. Assim como na Ilíada, o poeta concentrou a ação da Guerra de Troia na crise de quatro dias provocada pela ira de Aquiles, de modo que, na Odisseia, esses são os últimos dias da jornada de Ulisses, que constitui a parte central do poema, e os eventos dos dez anos precedentes são evocados apenas retrospectivamente.

Resumo do enredo


O poema é dividido em três grandes partes (livros):


1. Telêmaco (cantos I-IV): Telêmaco, filho de Ulisses, seguindo o conselho da deusa Atena, deixa Ítaca ocupada pelos pretendentes à mão de sua mãe Penélope em busca de notícias de seu pai. Nesse livro, são mostradas as lutas de Telêmaco para manter o controle da casa de seu pai.


2. As histórias de Ulisses (cantos V-XIII): esta parte recorda a última navegação de Ulisses, que decide deixar a ninfa Calipso e retornar a Ítaca. Depois de dezoito dias navegando, ele enfrentou uma terrível tempestade, enviada por Poseidon, que o jogou na costa dos feacianos. Nausícaa, a filha do rei do país, Alcínoo, encontra o náufrago e o leva ao palácio de seu pai, que o recebe generosamente. Durante um banquete oferecido em sua homenagem, Ulisses ouve um bardo cantar os episódios da Guerra de Troia e, incapaz de esconder sua identidade por mais tempo, confessa quem é e relata suas aventuras. Ele começa falando de suas viagens desde o final da Guerra de Troia, dos enfrentamentos com ciclopes, canibais e a feiticeira Circe, bem como do submundo, das sereias e da ninfa Calipso.


3. A vingança de Ulisses (cantos XIV-XXIV): depois disso a ação da Odisseia é retomada, e Ulisses retorna a Ítaca. Disfarçado de mendigo, encontra-se com seu filho Telêmaco (já de volta) e trama a perseguição dos pretendentes ao trono de Ítaca. Ainda disfarçado, chega a seu palácio sem que ninguém o reconheça, exceto seu cão e sua velha ama. É apenas quando Penélope diz que se casará com aquele que fosse capaz de usar o arco de Ulisses é que ele se dá a conhecer, massacrando os pretendentes. O épico conclui com a reunião de Ulisses e Penélope.

Frase retirada da Odisseia:

– “De todos os seres existentes na terra, nenhum é mais fraco ou sem importância do que o homem”.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête