O Neoconcretismo foi um movimento artístico brasileiro (na literatura e artes plásticas), que surgiu no final da década de 1950. É considerado como ponto inicial do movimento o lançamento do Manifesto Neoconcreto, em 1959. Teve, principalmente, na Arte Abstrata suas raízes de origem estética. Sua origem também está ligada a uma reação ao movimento concretista ortodoxo.


Principais características:

– Teve influências do movimento holandês De Stijl e do alemão Bauhaus, além do Construtivismo soviético.

– O movimento manteve bases estéticas do Concretismo (principalmente no uso das formas geométricas), adicionando subjetividade, expressividade, intuitividade e sensibilidade às obras de arte.

– Foi influenciado pelos ideais estéticos do artista concretista suíço Max Bill.

– Em oposição ao empirismo do movimento concretista, defendiam a experimentação, a liberdade, a inventividade e a recuperação do humanismo nas artes plásticas.

– Renovação do geometrismo nas artes plásticas.

Balé Neoconcreto – Lygia Pape

Principais escritores e artistas do Neoconcretismo:

-Ferreira Gullar – poeta, escritor e crítico de arte maranhense.

-Lygia Clark – pintora e escultura mineira.

– Lygia Pape – cineasta, escultora e pintora mineira.

– Amilcar de Castro – escultor e designer gráfico mineiro.

– Franz Weissmann – escultor austríaco que viveu grande parte de sua vida no Brasil.

– Hélio Oiticica – pintor e escultor carioca.

– Reynaldo Jardim – jornalista e poeta paulista.

– Hércules Barsotti – artista plástico paulista.

– Willys de Castro – artista plástico mineiro.

– Theon Spanudis – artista plástico turco que viveu no Brasil.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête