O termo boêmio é designado a uma pessoa despreocupada, livre e festiva. Porém, o significado dessa palavra vem do século XV. 

Boêmio, o que significa o termo? Origem e retrato do boêmio

Quando ouvimos falar a palavra boêmio, logo pensamos em uma pessoa que gosta de levar uma vida livre, despreocupada, desprendida de compromissos e festiva. No entanto, a origem da palavra possui outro significado completamente diferente.

Boêmio era o nome dado as pessoas provenientes de uma região na Europa Central, chamada Bohemia, atual República Checa. E o nome se referia ao estilo de vida dos ciganos, que habitavam ali, no século XV.

Boêmio é um adjetivo qualificativo, substantivo masculino, que pode ter um significado pejorativo, quando relacionado a uma pessoa pela forma como ela leva a vida – de forma despreocupada, sem limites ou regras.

Embora também possa significar uma pessoa que opta por levar uma vida alegre, livre e hedonista. Em resumo, uma vida onde o prazer é o bem supremo.

No Brasil, o termo boêmio é bastante conhecido, porém, de forma estereotipada. Pois os boêmios são vistos como pessoas que gostam de facilidades, burlar leis e regras pelo próprio interesse, além de viver de festas.

Como exemplo, temos o escritor Machado de Assis, que levou uma vida boemia, e o sambista e compositor Zeca Pagodinho, que é visto pela mídia brasileira, como a imagem do típico boêmio brasileiro.

Origem da palavra

Boêmios

No sentido cultural, a origem do termo boêmio está relacionada ao povo nômade, os ciganos, que viviam em Bohemia, no século XV. Pois, quando os ciganos chegavam à França, vindos de Bohemia, atual República Checa, eram chamados pelos franceses de bohémien (boêmios).

No entanto, na língua francesa, boêmio tinha um significado pejorativo, pois, estava relacionado ao estilo de vida dos ciganos, que não era convencional para a época.

Pois, os ciganos tinham o costume de estar sempre se deslocando de um lugar ao outro, sem ter uma residência fixa. Além disso, viviam sem seguir regras sociais.

Foi a partir do século XVII, que a palavra bohéme ou boêmio, passou a ter um significado semelhante ao que conhecemos hoje. Ou seja, passou a significar um estilo de vida, onde o boêmio vive de forma livre e sem regras.

Na língua portuguesa, o termo boêmio, foi trazido pelos franceses, bohème, ainda no século XVII. Porém, originalmente, o termo teria sido derivado do latim medieval bohemus ou do latim clássico boihaemum.

Ambos se referem ao país de Boii, na Europa Central, que era habitado por um antigo povo celta.

No Brasil, a palavra era usada para pessoas que viviam de modo despreocupado e festivo, ou seja, era sinônimo de vagabundo ou desocupado.

No entanto, a partir do século XIX, boêmio deixa de ter um significado tão pejorativo, e começa a se associar aos jovens intelectuais e artistas. Pois, eles desfrutavam dos prazeres da vida de forma despreocupada, aproveitando a vida e sua arte.

O retrato do boêmio

Na França, o boêmio é caracterizado como um artista que tem pouco reconhecimento ou valor. No entanto, não é de interesse do artista ganhar fama ou dinheiro, desde que ele possa viver pela sua arte.

Por isso, apesar de culto, não frequenta ambientes tradicionais, prefere passar suas noites em lugares pouco convencionais ou sofisticados.

O boêmio tem como característica sua aparência desleixada, que vão contra os padrões da moda. Com uma postura melancólica, ele está associado a uma vida de fracassos e um estilo de vida marginalizado.

No entanto, tudo o que um boêmio quer é uma vida livre de regras e de padrões sociais impostos pela sociedade.

Pois, além de ser um sonhador e pouco pragmático, o boêmio é uma espécie de filósofo ou poeta, que fica nas ruas divulgando sua arte. O que faz com que ele seja visto pela sociedade como um perdedor, fracassado, aventureiro e até louco.

Apesar de não assumir sua derrota, o boêmio se refugia no álcool, em festas e bares, e tem tendências autodestrutivas.

Ao longo dos anos, a figura do boêmio foi diversas vezes retratada pelo cinema, literatura ou arte em geral. O que ajudou a se tornar uma palavra tão conhecida por todos.

Fonte: segredosdomundo.r7.com


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête