Espacialismo foi um movimento artístico italiano, que surgiu no final da década de 1940. Foi fundado pelo pintor, ceramista e escultor ítalo-argentino Lucio Fontana. É considerado um movimento artístico de vanguarda. O auge deste movimento foi a década de 1950, na Itália.


Principais características:

– Presença de pinturas monocromáticas. Preto e branco ou preto com uma cor viva de destaque (vermelho, verde e amarelo). Estas são as cores mais comuns nas obras de arte especialistas.

– Influência de três principais estilos artísticos: Dadaísmo, Tachismo e Concretismo.

– Preocupação estética voltada para mostrar o “espaço do mundo real”. Daí a origem do nome deste movimento artístico.

– Presença, nas obras de arte, de elementos inovadores como, por exemplo, movimento, espaço e tempo. Ênfase na superação da abordagem bidimensional com a presença da tridimensionalidade.

– Presença de cortes e perfurações como elementos principais das obras de arte.


Principais artistas do Espacialismo:

–  Lucio Fontana (fundador do movimento), Anton Giulio Ambrosini, Antonio Sanfilippo, Alberto Viani, Beniamino Joppolo, Milena Milani, Capogrossi, Roberto Crippa, Emilio Scanavino, Sergio Dangelo, Edmondo Bacci, Tancredi Parmeggiani, Mario Deluigi, Cesare Peverelli, Ettore Sottsass, Gian Carozzi, Luciano Maciotta, Alberto Burri, Enrico Castellani.

Esfera, obra de Lúcio Fontana
Esfera (1957), obra de Lúcio Fontana.

Até mais!

Equipe Tête-à-Tête