O fundo é metade pintado de amarelo e metade de vermelho, sem uma divisão propriamente exata. Elementos soltos parecem distribuídos pela tela ao acaso. Segundo ensaístas, parte do título da tela, O Caçador, faz referência à criatura que aparece na parte inferior do quadro, com uma cauda triangular e bigodes, que caça com a língua um inseto.

Paisagem catalã (1924)

Miró começou a pintar uma das suas pinturas mais famosas, Paisagem catalã, o caçador, em 1923.

As letras SARD, no canto inferior direito, são a abreviatura para Sardana, uma música folclórica popular catalã.

Publicado em 1924, o manifesto surrealista de André Breton deu voz a uma série de artistas, entre eles Miró, um dos seus membros mais ilustres. Segundo o escritor:

A tumultuada entrada de Miró em 1924 marca um passo importante no desenvolvimento da arte surrealista


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête