Havia na floresta um velho índio guerreiro que vivia com sua filha, Yari, numa caverna. Sem forças para guerrear, o índio hospedava os viajantes que ali passavam.

Lenda da Erva Mate

Um dia, chegou um caçador pedindo repouso e ele foi acolhido com todas as honras. Após o jantar, a filha se pôs a cantar para o jovem que dormiu imediatamente. No dia seguinte, o caçador revelou sua identidade e lhes disse que era um enviado do deus Tupã.

Em agradecimento pela hospitalidade, mostrou ao ancião uma erva da qual poderia fazer um chá para recuperar suas forças. Também transformou a jovem índia na deusa que guardaria aquelas plantas e ensinaria os homens a cultivá-las e viverem em paz.

Por isso, a erva-mate, é um símbolo da fraternidade e da convivência pacífica entre os seres humanos e é sempre compartilhada entre todos.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête