Existe uma história envolvendo o Rio Parnaíba, que divide os estados do Maranhão e Piauí.

cabeça de cuia

Conta a lenda que havia uma família muito pobre. A mãe preparava sopas ralas para seu filho e colocava ossos na preparação.

O menino – de nome Crispim – certo dia se revoltou com a escassez de alimento e atirou o osso da sopa em sua mãe, que morreu atingida na cabeça.

Mas, antes de morrer, a mulher amaldiçoou o filho, obrigando-o a vagar pelo rio com a cabeça enorme, em forma de cuia.

A maldição só seria quebrada se Crispim matasse e comesse sete virgens de nome Maria. O menino então se desesperou e se matou, afogando-se no rio.

Desde então, seu corpo não foi encontrado e dizem que seu espírito continua vagando em busca das virgens.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête