As índias Icamiabas, que significa “mulheres sem maridos”, tinham a sua própria tribo, onde não viviam homens.

Índias Icamiabas

Uma vez por ano elas recebiam índios numa festa com o objetivo de acasalarem. No ano seguinte, depois de terem dado à luz, entregavam os filhos do sexo masculino aos pais e criavam as meninas, oferecendo aos pais muiraquitãs, um amuleto em forma de sapo.

Navegadores deram o nome de amazonas às índias Icamiabas. Isso porque, desde a Antiguidade, ouviam falar em guerreiras que se recusavam a viver com homens e que usavam o arco e flecha como poucos o faziam. Para tanto, elas tiravam um dos seus seios permitindo manusear de melhor forma o arco e a flecha. A palavra “amazonas” decorre da junção de a-Mazón, que significa “mulher sem seios”.

Ao atravessar o que hoje é conhecido como o rio Amazonas, esses navegadores avistaram mulheres com essas características e lutaram com elas, acreditando que se tratassem das mesmas guerreiras de que já tinham ouvido falar, batizando assim o maior rio do Brasil.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête