O quadro acima, criado em setembro de 1888, retrata a casa onde viveu o pintor quando deixou Paris. O criador alugou um quarto na casa amarela em maio do mesmo ano em que pintou o quadro. O edifício onde residiu estava situado em um quarteirão perto da praça Lamartine, em Arles.

Na casa, Van Gogh morava e trabalhava com outros artistas em uma espécie de colônia, experimentando uma vivência coletiva embora cada um tivesse o seu próprio quarto.

A cidade escolhida pelo pintor estava a 16 horas de trem de paris, ao fundo da tela, do lado direito, nota-se a presença desse elemento que pode representar a sua possibilidade de fuga (um viaduto com o trem acima).

A casa amarela é marcada pelas pinceladas soltas, a tela também é conhecida pelo contraste entre o azul do céu e o amarelo das casas. A imagem dá protagonismo não só à habitação onde o pintor viveu como também ao quarteirão e ao ar da cidade.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête