Quaraçá, um índio muito valente e que gostava de tocar flauta, tinha se apaixonado por Anahí, que era a mulher do cacique de uma tribo na região do Amazonas.

Sofrendo com esse amor impossível, o infeliz Quaraçá pede ajuda ao deus Tupã. Comovido com o índio, Tupã resolve transformá-lo em um pássaro, o uirapuru, já que ele gostava tanto de canto e de passear pela floresta na companhia da sua flauta.

E, assim, o índio pôde ficar perto da sua amada, pousando no seu ombro enquanto a índia se encantava com aquele belo pássaro. Acontece que o cacique também ficou encantando com o canto do pássaro e, um dia, tentando prendê-lo, perdeu-se na floresta.

Assim, a amada de Quaraçá ficou sozinha e ele poderia revelar o seu amor, mas para isso era preciso que ele tomasse novamente a forma humana, o que apenas seria possível se a índia descobrisse a identidade do pássaro de que ela gostava tanto.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête