Os autorretratos são bastante frequentes na produção da pintora mexicana. Esse é ainda mais especial porque foi considerado a primeira obra de arte de Frida Kahlo, pintada em 1926 para o seu antigo noivo Alejandro Gómez Arias.

Autorretrato com vestido de veludo

A fissura pelos autorretratos surgiu após um acidente de bonde ocorrido em 1925, quando Frida teve que se submeter a uma série de cirurgias e ficou presa a uma cama de hospital a beira da morte.

Entediada, com movimentos limitados, os pais tiveram a ideia de instalar um cavalete adaptado sobre a cama e trazer material para pintura. Eles também instalaram espelhos no quarto para que Frida pudesse se ver sob diversos ângulos.

Como passava muito tempo sozinha, Frida intuiu que era o seu melhor assunto e daí brotou a ideia de investir na pintura de autorretratos. Uma frase célebre da pintora é:

“Pinto a mim mesma porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor”

Ao fundo de Autorretrato com Vestido de Veludo vemos o mar, símbolo da vida, e uma única nuvem lembrando as dificuldades pelo caminho.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête