A tela pintada em 1936 por Frida Kahlo é uma criativa árvore genealógica ilustrada. A pequena menininha ao centro é Frida, que deveria ter cerca de dois anos de idade enquanto segurava uma fita vermelha que mostrava as gerações da família.

Meus Avós, Meus Pais e Eu

A menininha, nua, está de pé em proporção enorme pisando uma árvore, demonstrando estar ligada às suas raízes. Logo acima dela estão os pais da pintora em uma imagem que parece ter sido inspirada na fotografia do casamento. No ventre da mãe está Frida, ainda um feto, ligada pelo cordão umbilical. Logo abaixo do feto está uma ilustração do encontro de um óvulo com um espermatozoide.

Ao lado da mãe de Frida estão os avós maternos, o índio Antonio Calderón e a sua esposa Isabel González y González. Ao lado do pai estão os avós paternos, os europeus, Jakob Heinrich Kahlo e Henriette Kaufmann Kahlo.

A tela ilustra a genealogia híbrida de Frida e através dela podemos, por exemplo, rastrear características físicas da pintora. Da avó paterna a pintora terá herdado as características sobrancelhas grossas e unidas.

Em segundo plano vemos uma área verde com cactos típicos da região central do México e uma pequena vila.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête