Na tela criada em 1978 Botero faz uma leitura da clássica obra O Casal Arnolfini, pintada pelo artista flamengo Jan van Eyck em 1434. Precisamente 544 anos separam a criação original da interpretação realizada pelo pintor colombiano.

After the Arnolfini Van Eyck

Os elementos chave da pintura se mantêm permitindo assim um fácil reconhecimento por parte do observador. A pintura de Botero, no entanto, aparece num contexto mais moderno: convém reparar que o candelabro aqui é substituído por uma única lâmpada elétrica e o pano de fundo apresenta já uma decoração contemporânea.

Os dois protagonistas esguios do original também são alterados ganhando os contornos característicos do pintor colombiano.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête