A lenda da girafa é uma dessas histórias que explicam a natureza. Nela, conta-se o motivo desse animal ter o pescoço tão longo.

Segundo a lenda, a girafa era um animal com um pescoço normal, assim como o de outros bichos. Até que houve um período de seca terrível, em que os animais já haviam comido todas as ervas rasteiras e precisavam andar muito para conseguir beber água.

Um dia, em uma dessas andanças em busca de água, a girafa encontrou um rinoceronte e os dois começaram a lamentar-se. A girafa disse, então:

— Veja só, amigo… Muitos animais escavando o chão em busca de alimento, tudo está tão seco, mas as acácias continuam verdes.

O rinoceronte concordou. E a girafa prosseguiu:

— Seria maravilhoso poder comer essas folhagens que se encontram no alto das copas. É uma pena que não possamos subir nas árvores.

O rinoceronte então teve uma ideia:

— E se fôssemos falar com o feiticeiro? Ele é muito poderoso e pode ajudar.

A girafa adorou a ideia e eles foram até a casa do feiticeiro explicar o que gostariam.

O feiticeiro disse que isso seria muito fácil e pediu para que ambos voltassem no dia seguinte para que ele lhes desse uma poção a fim de que seus pescoços e pernas crescessem e pudessem alcançar as folhas macias da acácias.

No outro dia, a girafa foi até a casa do feiticeiro, mas o rinoceronte não compareceu pois estava muito feliz comendo algumas ervas que tinha encontrado pelo caminho.

O feiticeiro ofereceu o feitiço apenas à girafa e sumiu.

A girafa comeu a poção mágica e logo começou a sentir suas pernas e pescoço alongando-se. Ela sentiu-se tonta, mas quando abriu os olhos percebeu como tudo estava diferente.

Logo avistou uma acácia e pode se deliciar com suas folhas verdinhas.

O rinoceronte de repente se lembrou do compromisso e correu até a casa do feiticeiro em busca da poção, mas já era tarde e não havia mais poção. Ele ficou furioso, pois imaginou que tivesse sido enganado.

Desde então passou a perseguir o feiticeiro pela floresta e corre atrás também de todas as pessoas que cruzam seu caminho.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête