A lenda da raposa e o camelo é originária do Sudão do Sul, um país que fica no nordeste da África.

Conta a lenda que havia uma raposa de nome Awan que adorava comer lagartixas. Ela já tinha devorado todas de um lado do rio, mas queria atravessar para a outra margem, para comer mais.

Acontece que Awan não sabia nadar e teve uma ideia para solucionar o problema. Ela procurou seu amigo Zorol, um camelo, e disse:

— Olá, amigo! Eu sei que você gosta muito de cevada e se você me levar nas suas costas eu te mostro um caminho!

Zorol prontamente aceitou:

— Suba! Vamos!

Awan então subiu na corcunda de seu amigo e logo lhe indicou para que cruzasse o rio. Quando chegaram lá, Zorol foi até o campo de cevada para comer enquanto Awan se deliciava com as lagartixas.

A raposa logo ficou satisfeita, mas o camelo ainda comia. Awan então foi até o campo de cevada e começou a gritar e correr.

A gritaria da raposa chamou a atenção dos donos do campo de cevada, que foram até lá e deram um pedrada fortíssima na cabeça do camelo, que caiu machucado.

Quando Awan encontrou Zorol caído no chão, disse:

— Vamos embora, já está anoitecendo.

Zorol então questionou:

— Por que você gritou e começou a correr? Por sua culpa eles me machucaram e eu quase morri!

— Eu tenho a mania de correr e gritar depois que como lagartixas! – Disse Awan.

— Vamos para casa então! – Falou Zorol.

Awan subiu nas costas de Zorol e o camelo começou a dançar quando estavam cruzando o rio. Awan ficou desesperada e perguntou:

— Por que você está fazendo isso?

— É que eu tenho a mania de dançar depois que como cevada. – Respondeu Zorol.

Nesse momento, a raposa caiu das costas do camelo e foi levada pelo rio. O camelo por sua vez chegou à outra margem sem problemas. Awan então recebeu uma lição por sua imprudência.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête