O bom filho a casa torna é um ditado popular utilizado para expressar o ato de voltar a fazer algo que já era acostumado a fazer, ou visitar e estar num lugar já habitual.

No âmbito religioso, esta expressão está relacionada com a famosa parábola do “Filho Pródigo“, descrita na bíblia sagrada cristã, no livro de Lucas 15: 11-32.

A parábola conta a história de dois filhos que, igualmente, recebem suas heranças antecipadas pelo pai. Um dos filhos, no entanto, resolve pegar todo o dinheiro que recebeu e sair de casa, abandonando a família para aproveitar as luxúrias do mundo. Um tempo depois, após gastar toda a economia que tinha em futilidades, viu-se sozinho e desamparado, reconhecendo o verdadeiro valor da família e arrependendo-se por ter deixado o pai em troca de mediocridades. Ao voltar para casa arrependido, o pai recebe-o com muita alegria, ficando feliz em ver que “o bom filho a casa torna”.

Para os cristãos, esta história representa o principio do arrependimento. Ou seja, mesmo as pessoas consideradas pecadoras e desvirtuadas do chamado “caminho de Deus”, caso se arrependam, serão recebidas de braços abertos pelo Salvador. Significa também a representatividade de um Deus bondoso e misericordioso, que não guarda rancor e sabe perdoar e amar todos os seus filhos, inclusive os mais “rebeldes”.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête