Drowning Girl

O óleo sobre tela Drowning Girl foi pintado em 1963 e faz uso das convenções clássicas do universo dos quadrinhos (como, por exemplo, o uso da bolha de pensamento que traduz o que se passa no imaginário da protagonista).

Drowning Girl foi inspirado em Run for Love, uma história publicada em quadrinhos pela DC Comics no ano de 1962 na revista Secret Love edição 83.

Na história real, o namorado da jovem aparece se afogando ao fundo, a imagem, no entanto, foi editada por Lichtenstein de modo a apagar o afogamento e o namorado, dando assim protagonismo à mulher em sofrimento. Confira abaixo a capa da revista que serviu de inspiração ao trabalho:

Capa da revista DC Comic que serviu de inspiração para Drowning Girl.
Capa da revista DC Comics que serviu de inspiração para Drowning Girl.

Conhecida pelo seu grau de melodrama embutido, Drowning Girl é das telas pioneiras de Lichtenstein. Posteriormente o pintor viria a investir em novos trabalhos representando mulheres em situações trágicas.

A tela acima é das mais representativas do movimento pop art e foi feita com técnica pontilhista. Drowning Girl pertence desde 1971 ao acervo permanente do Museu de Arte Moderna.


Até mais!

Equipe Tête-á-Tête