Pintor e escultor, Jules-Fernand-Henri Léger foi um dos grandes nomes do Cubismo. Realizou também trabalhos como produtor de cinema.

Léger nasceu na cidade de Argetan (França) em 4 de fevereiro de 1881. Faleceu em Gif-sur-Yvette (França) em 17 de agosto de 1955.


Biografia resumida

– Léger nasceu numa família de camponeses e antes de completar dois anos seu pai faleceu.

– Depois de estudar durante a infância e juventude em escolas de sua cidade, uma delas religiosa, foi morar em Paris aos 19 anos.

– Em Paris trabalhou como desenhista na área de Arquitetura e estudou na Academia Julian (importante escola de arte de Paris).

– Prestou serviço militar entre 1902 e 1903.

– Em seguida foi estudar na Escola Nacional Superior de Artes Decorativas.

– Influenciado pelo Impressionismo, começou a pintar suas primeiras obras em 1905.

– Em 1907 entrou em contato com o Cubismo, ao conhecer as obras de Picasso e Georges Braque. Este contato marcou suas perspectivas artísticas para sempre, levando-o para o caminho do Cubismo.

– Em 1910, expôs suas obras na Galeria Kahnweiler, com Braque e Pablo Picasso.

– Sua primeira exposição artística individual ocorreu em 1912.

– Entre 1914 e 1917 (durante a Primeira Guerra Mundial) voltou a cumprir o serviço militar. A experiência da guerra o influenciou, principalmente, na valorização e uso das imagens de máquinas em suas obras.

– Em 1924, entrou nos caminhos do cinema, trabalhando na produção do filme “Balé Mecânico”.

– Em 1935, fez uma exposição de suas obras no Instituto de Artes de Chicago.

– Viveu nos Estados Unidos entre 1940 e 1945, trabalhando como professor na Universidade de Yale.

– Entre 1945 e 1955, viveu na França, trabalhando na ilustração de livros, pinturas murais, elaboração de esculturas cerâmicas e arte em vidros.

– Em 1955, foi premiado na Bienal de São Paulo.

Mulher em azul, obra do início da carreira de Fernand Léger


Estilo artístico: principais características das obras:

– Preferência pelo uso de cores primárias, principalmente o preto e o branco.

– Valorização de formas cilíndricas.

– Elaboração de pinturas figurativas

– Pintura de grandes superfícies de cores uniformes.


Principais obras de Fernand Léger

– Fumantes (1912)

– Mulher em azul (1912)

– Modelo nu no estúdio (1913)

– O contrate das formas (1913)

– A mulher com armadura (1913)

– 14 de julho (1914)

– Composição (1918)

– O cruzamento da estrada de ferro (1919)

– Elementos mecânicos (1920)

– A mecânica (1920)

– Três mulheres (1921)

– Natureza morta com caneca de cerveja (1922)

– O acrobata e sua parceira (1948)

– O grande desfile (1954)


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête