Masterpiece
Tradução da fala da mulher presente no balão de pensamento: “Brad querido, essa pintura é considerada uma obra-prima! Em breve Nova York inteira vai estar clamando pelo seu trabalho!”

Masterpiece foi concebida em 1962 e traz dois personagens – um homem e uma mulher. Ela olha para a tela (que o espectador não tem acesso) e constata o sucesso do trabalho.

Da frase dita pela bela loira é retirada a palavra que dará nome ao título do quadro (Masterpiece). Brad, por sua vez, é um personagem que aparece em outras telas de Lichtenstein. A respeito da escolha do nome do personagem, o pintor afirmou certa vez em entrevista que Brad soava clichê e heroico, por isso seria um protagonista perfeito para a pop art que pretendia estabelecer um vínculo com a cultura de massa.

Masterpiece guarda traços típicos de Lichtenstein: o uso de pontos de Ben Day, o emprego de cores vibrantes e a presença da linguagem visual emprestada do universo dos quadrinhos.

A tela acima é até hoje a mais bem vendida do acervo do pintor norte-americano. Masterpiece foi vendida em janeiro de 2017 por 165 milhões de dólares.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête