Lichtenstein passou a investir na produção de gravuras de forma mais significativa durante a década de 1960. Brushstrokes foi uma gravura criada entre 1965-1966. Durante este período, o artista plástico investiu em uma série de trabalhos que representavam pinceladas ampliadas.

Brushstrokes

O motivo foi retirado da história em quadrinhos intitulada The Painting, publicada em Strange Suspense Stories (outubro de 1964):

História em quadrinhos que serviu de inspiração para a série Brushstrokes.
História em quadrinhos que serviu de inspiração para a série Brushstrokes.

Brushstrokes foi feito a partir da técnica pontilhista e procurava provocar os adeptos do expressionismo abstrato. Esses artistas costumavam dizer que a pincelada carregada era um veículo para comunicar diretamente os sentimentos, Lichtenstein, por sua vez, acreditava que

“As pinceladas reais são tão pré-determinadas quanto as pinceladas dos desenhos animados”

O título da tela (Brushstrokes) quer dizer, literalmente, pinceladas. O pintor norte-americano desprezava essa aspiração abstracionista e ridicularizava o fato do grupo se dizer avesso a comercialização.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête