Galileu Galilei foi um grande astrônomo, matemático, físico, engenheiro e filósofo italiano do final do século XVI e início do XVII.  Durante sua juventude ele escreveu obras sobre Dante e Tasso. Ainda nesta fase, fez a descoberta da lei dos corpos e enunciou o princípio da Inércia. Foi um dos principais representantes do Renascimento Científico dos séculos XVI e XVII.


Biografia resumida:

– Galileu di Vincenzo Bonaiuti de’ Galilei (nome completo) nasceu na cidade de Pisa (Itália) em 15 de fevereiro de 1564. Sua mãe se chamava Giulia Ammannati e seu pai, que era músico, Vincenzo Galilei.

– Em 1580, incentivado pelo pai, foi estudar Medicina na Universidade de Pisa.

– No ano de 1588, foi trabalhar como instrutor na Accademia delle Arti del Disegno, em Florença.

– Entre 1592 e 1610, lecionou Mecânica, Astronomia e Geometria na Universidade de Pádua.

– Galileu foi casado com Marina Gamba e com ela teve três filhos (Maria Celeste, Lívia e Vincenzo).

– Galileu faleceu em 8 de janeiro de 1642, aos 77 anos, na cidade italiana de Arcetri.


Descobertas, ideias e principais estudos 

Galileu foi o primeiro a contestar as afirmações de Aristóteles, que, até aquele momento, havia sido o único a fazer descobertas sobre a física. Neste período ele fez a balança hidrostática, que, posteriormente, deu origem ao relógio de pêndulo. A partir da informação da construção do primeiro telescópio, na Holanda, ele construiu a primeira luneta astronômica e, com ela, pôde observar a composição estelar da Via Látea, os satélites de Júpiter, as manchas do Sol e as fases de Vênus. Esses achados astronômicos foram relatados ao mundo através do livro Sidereus Nuntius (Mensageiro das Estrelas), em 1610. Foi através da observação das fases de Vênus, que Galileu passou a enxergar embasamento na visão de Copérnico (Heliocêntrico – O Sol como centro do Universo) e não na de Aristóteles, onde a Terra era vista como o centro do Universo. 

Por sua visão heliocêntrica, o astrônomo italiano teve que ir a Roma em 1611, pois estava sendo acusado de herege. Condenado, foi obrigado a assinar um decreto do Tribunal da Inquisição, onde declarava que o sistema heliocêntrico era apenas uma hipótese. Contudo, em 1632, ele voltou a defender o sistema heliocêntrico e deu continuidade aos seus estudos. 

Muitas ideias fundamentadas por Aristóteles foram colocadas em discussão por indagações de Galilei. Entre elas, a dos corpos leves e pesados caírem com velocidades diferentes. Segundo ele, os corpos leves e pesados caem com a mesma velocidade. 

Em 1642, ele morreu cego e condenado pela Igreja Católica por suas convicções científicas. Teve suas obras censuradas e proibidas. Contudo, uma de suas obras (sobre mecânica) foi publicada mesmo com a proibição da Igreja, pois seu local de publicação foi em zona protestante, onde a interferência católica não tinha influência significativa. A mesma instituição que o condenou o absolveu muito tempo após a sua morte, em 1983.

Estátua de Galileu Galilei em Florença
Estátua de Galileu Galilei em Florença.

Frases de Galileu Galilei:

– “A Matemática é o alfabeto com que Deus escreveu o Universo”.

– “Meça o que é mensurável e torne mensurável o que não é”.

– “Todas as verdades são fáceis de entender, uma vez descobertas. O caso é descobri-las”.

Retrato pintado de Galileu Galilei
Galileu Galilei: grande cientista do Renascimento.

Principais obras de Galileu Galilei:

– Tratado da Esfera (1597)

 As operações do compasso geométrico e militar (1506)

– Diálogo sobre os dois máximos sistemas do mundo ptolomaico e copernicano (1632)

– Sidereus Nuncius (1610)

– Discursos e Demonstrações Matemáticas sobre Duas Novas Ciências

– Il Saggiatore (1623)

– Ciência e fé

– A pequena balança

– Escritos copernicanos

Créditos: Jefferson Evandro Machado Ramos – Graduado em História pela Universidade de São Paulo – USP (1994)


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête