Metalinguagem consiste num tipo de linguagem que se refere diretamente a própria linguagem usada na comunicação.

O dicionário é um exemplo de metalinguagem, pois tem o propósito de descrever e falar sobre os códigos que compõem a linguagem em si. Por exemplo, quando determinada pessoa pergunta o significado de alguma palavra, esta está usando a função metalinguística (descrever a própria linguagem).

A metalinguagem ainda pode ser aplicada em outras áreas, como na música, no cinema, nas artes plásticas, na informática, etc. Neste caso, as respectivas produções (como na música e no cinema, por exemplo) evidenciam elementos que se referem a própria construção musical ou cinematográfica.

Seguindo este raciocínio, o autorretrato de um pintor ou fotógrafo também pode ser considerado um exemplo de metalinguagem. Outro exemplo da metalinguagem no cinema é quando os personagens “quebram a quarta parede”, expressão esta usada para representar a ação de falar com o espectador.


Intertextualidade e Metalinguagem

Como dito, a metalinguagem é a linguagem usada para descrever e explicar a própria linguagem, nos seus mais diferentes estilos (gramatical, artística, musical, informática, etc).

Já a intertextualidade se refere ao conjunto de referências e relações, implícitas ou explícitas, que determinado texto pode estabelecer com outros textos. Ou seja, consiste na obra literária, por exemplo, que apresenta influência e referência de outros trabalhos, seja do mesmo autor ou de outros autores.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête