Carlos Drummond de Andrade foi um grande poeta, contista e cronista brasileiro. Pelo conjunto de sua obra, tornou-se um dos principais representantes da Literatura Brasileira do século XX. É considerado, por muitos críticos literários, como um dos principais escritores do Modernismo no Brasil. Sua grande obra é A Rosa do Povo, publicada em 1945.


Biografia resumida

– Carlos Drummond de Andrade nasceu na cidade de Itabira, Minas Gerais, no ano de 1902

– Concretizou seus estudos em Belo Horizonte e, neste mesmo local, deu início a sua carreira de redator na imprensa.

– Em 1933, foi Chefe de Gabinete do Presidente de Minas Gerais.

– Também trabalhou por 35 anos como funcionário público. Foi Chefe de Gabinete do Ministério da Educação do Brasil entre 1934 e 1945.

– Foi chefe do Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (DPHAN), cargo em que se aposentou.

– Em 1921, começou a publicar seus primeiros escritos no jornal mineiro Diário de Minas.

– Em 1927, nasceu seu filho Carlos Flávio. No ano seguinte nasceu sua filha Maria Julieta.

– Em 1968, ganhou o Prêmio Jabuti com a obra de poesias Versiprosa. Durante toda sua vida, ganhou outros prêmios, como reconhecimento de seu talento literário.

– Em 1973, recebeu um prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte.

– Na década de 1980, lançou as seguintes obras: A Paixão Medida, que contém 28 poemas inéditos; Caso do Vestido (1983); Corpo (1984); Amar se aprende amando (1985) e Poesia Errante (1988).

– Ganhou, em 1982, o prêmio literário Juca Pato da UBE (União Brasileira dos Escritores).

– Faleceu em 17 de agosto de 1987, na cidade do Rio de Janeiro, em decorrência de problemas cardíacos, doze dias após a morte de sua filha Maria Julieta.


Estilo literário e principais temas retratados em suas obras:

– Os principais temas retratados nas poesias de Drummond são: conflito social, a família e os amigos, a existência humana, a visão sarcástica do mundo e das pessoas e as lembranças da terra natal.

– Seus poemas abordam assuntos do cotidiano, e contam com uma boa dose de pessimismo e ironia diante da vida. Em suas obras, há ainda uma permanente ligação com o meio e com obras politizadas. Além das poesias, ele escreveu também diversas crônicas e contos.

– Talentoso também na prosa, tem suas prosas reunidas nos seguintes volumes: Confissões de Minas, Contos de AprendizPasseios na Ilha e Fala Amendoeira.


Principais obras:

Dentre suas obras poéticas mais importantes destacam-se: Brejo das Almas (1934), Sentimento do Mundo (1940), José (1942), Lição de Coisas (1962), A rosa do Povo  (1945), Viola de Bolso (1955), Claro Enigma (1951), Fazendeiro do Ar (1954), A Vida Passada a Limpo (1959), Novos Poemas (1948), Versiprosa (1967), Boitempo (1968), As impurezas do Branco (1973) e Poesia Errante (1988).

Capa do livro A Rosa do Povo de Carlos Drummond de Andrade
Capa do livro A Rosa do Povo (1945): uma das principais obras de Carlos Drummond de Andrade.

Curiosidades pessoais:

– Carlos Drummond de Andrade fez o curso superior de Farmácia, na Escola de Odontologia e Farmácia de Belo Horizonte. Porém, não chegou a exercer a profissão de farmacêutico.

– Durante sua vida, Drummond teve apenas uma esposa: Dolores Dutra de Morais. Com ela, o poeta teve dois filhos: Carlos Flávio (morreu após o nascimento) e Maria Julieta Drummond de Andrade (que também foi escritora).

– Drummond também escreveu obras infantis. Entre elas, podemos citar: O Elefante (1983), História de Dois Amores (1985) e O Pintinho (1988).

Estátua de Carlos Drummond de Andrade no calçadão de Copacabana (Rio de Janeiro)
Estátua de Carlos Drummond de Andrade no calçadão de Copacabana (Rio de Janeiro): homenagem a um dos mais importantes escritores da Literatura Brasileira.


Créditos: Elaine Barbosa de Souza – Graduada em Letras (Português e Inglês) pela FMU (2002).


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête