Teus olhos tristes, parados,
Coisa nenhuma a fitar…
Ah meu amor, meu amor,
Se eu fora nenhum lugar!

Fernando Pessoa (1888-1935)


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête