A Batalha de Vimy foi um combate ocorrido durante a Batalha de Arras, na região de Nord-Pas-de-Calais, em França, durante a Primeira Guerra Mundial. As principais forças no terreno foram o Corpo Canadiano, de quatro divisões, contra três divisões do 6.º Exército alemão. A batalha, que teve lugar de 9 a 12 de Abril de 1917, fez parte da fase de abertura da Batalha de Arras liderada pelos britânicos, um ataque de diversão num âmbito da Ofensiva Nivelle.

Impressionismo – Museu de Guerra Canadense



O objectivo do Corpo Canadiano era a captura e controlo do terreno elevado, controlado pelos alemães, à volta de uma escarpa no extreme norte da Ofensiva de Arras. O controlo desta posição significaria que as tropas mais a sul poderiam avançar sem sofrerem fogo de flanco alemão. Apoiado por bombardeamento de barragem, o Corpo canadiano capturou a maior parte da colina durante o primeiro dia do ataque. A cidade de Thélus foi tomada durante o Segundo dia do ataque, tal como a crista da colina depois de os canadianos terem superado um saliente ocupado pelos alemães. O ultimo objectivo, uma pequena posição situada no exterior da cidade de Givenchy-en-Gohelle, foi capturada a 12 de Abril. As forças alemãs retiraram-se da linha de Oppy–Méricourt.

Os historiadores atribuem o sucesso do Corpo canadiano na captura da colina a um conjunto de inovações técnicas e tácticas, planeadas com todo o cuidado; a um apoio significativo da artilharia e muito treino; tal como ao fracasso do 6.º Exército alemão na aplicação da nova doutrina defensiva. A batalha marcou a primeira vez que as quatro divisões do Corpo Expedicionário Canadiano participaram juntas numa batalha, tornando-se um símbolo nacional do Canadá de sacrifício e conquista. Uma área de 100 ha do antigo terreno serve de parque e local do Memorial Nacional Canadiano a Vimy.

A colina de Vimy é uma escarpa de oito quilómetros a nordeste de Arras, no limite oeste das Planícies de Douai. A colina é menos inclinada do lado oeste que a leste. A aproximadamente 7 km de distância da base, e a uma altitude de 145 m ou 60 m acima das Planícies de Douai, a colina tem uma vista que se estende por vários quilómetros em todas as direcções.

A colina ficou sob controlo alemão, em Outubro de 1914, durante a Corrida para o Mar, quando as forças franco-britânicas e alemãs tentavam, de forma continua, umas às outras na região nordeste da França. O 10.º Exército francês tentou expulsar os alemães da região durante a Segunda Batalha de Artois em Maio de 1915, atacando as suas posições na colina de Vimy e Notre Dame de Lorette. A 1.ª Divisão francesa (de Marrocos) tomou, por pouco tempo, o topo da colina, não conseguindo manter o seu controlo por falta de reforços. Os franceses tentaram, de novo, durante a Terceira Batalha de Artois, em Setembro de 1915, mas apenas conseguiram tomar a cidade de Souchez, na zona oeste da base da colina. O sector de Vimy ficou mais calmo após a ofensiva, com ambos os lados a adoptar uma abordagem de “vive e deixa viver”, tal como já ocorrido durante a Trégua de Natal de 1914. No total, os franceses sofreram cerca de 150 000 baixas nas diversas tentativas de ganhar o controlo da colina de Vimy e terreno circundante.

Fonte:wikiart


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête