Também chamado de “Pintura dos Pontos”, o pontilhismo foi uma técnica que surgiu no movimento impressionista e que teve como país de origem a França. Contando com uma base científica baseada na lei das cores complementares, esse gênero de pintura se propagou para outras partes do mundo. Em decorrência disso, o pontilhismo e os artistas brasileiros também estabeleceram uma forte relação. 

Para entender melhor o assunto, saber, em mais detalhes, em que se baseia essa técnica, compreender a ligação do pontilhismo com os artistas brasileiros e conhecer algumas das principais obras de pontilhismo, basta ler este post até o fim. 


O QUE É PONTILHISMO? 

O pontilhismo é uma técnica de pintura que tem, como uma de suas principais características, a justaposição de cores. 

Criada por Georges-Pierre Seurat, um dos principais representantes do impressionismo, essa técnica surgiu como uma inovação em termos de arte, já que, até então, as pinturas, em sua maioria, eram elaboradas por meio da mescla de cores. 

Além da beleza e da inovação desse estilo de pintura, o pontilhismo também promoveu aspectos bem similares aos da posteriormente chamada op art. Isto é, o uso de pequenos pontos e manchas originados da justaposição de cores, causava efeitos ópticos naqueles que observaram as obras desse gênero. 

Muitos artistas pelo mundo abraçaram o pontilhismo em suas pinturas. No Brasil, isso não foi diferente. Continue lendo para saber como essa técnica surgiu no país e quais foram os principais artistas do pontilhismo brasileiro.


QUANDO O PONTILHISMO SURGIU NO BRASIL? 

O pontilhismo nasceu na França, mais precisamente, em Paris, na década de 1880. No Brasil, essa técnica ficou conhecida e começou a ser empregada na Primeira República, período da história brasileira marcado pelo fim da monarquia de 1889 e que se estendeu até a Revolução de 30. 

Assim, alguns artistas brasileiros começaram a utilizar o pontilhismo em suas pinturas. Neste contexto, vale destacar, que as obras desse gênero geralmente tinham como temáticas as paisagens e as pinturas decorativas

Entre os principais artistas do pontilhismo brasileiro, alguns se destacaram, sendo eles: Eliseu Visconti, Arthur Timótheo da Costa, Belmiro de Almeida, Guttmann Bicho e Rodolfo Chambelland.


PONTILHISMO E SEUS ARTISTAS BRASILEIROS MAIS EMBLEMÁTICOS

Conheça, agora, um pouco da trajetória dos principais artistas brasileiros do pontilhismo. 

1. ELISEU VISCONTI (1866- 1944)

Apesar de ter nascido na Itália, Eliseu Visconti ficou conhecido por ser um dos artistas brasileiros mais importantes da pintura impressionista do Brasil. 

O italiano chegou, com apenas 7 anos, a terras tupiniquins. Assim, ingressou na Academia Imperial de Belas Artes do Rio de Janeiro e, logo, teve bastante contato com o rigor formal da arte acadêmica. 

No entanto, isso não durou muito tempo já que ele e outros artistas se opuseram às normas da instituição e, então, fundaram o “Ateliê Livre”. Logo, a academia adotou as reformas e passou a se chamar Escola Nacional de Belas Artes e, assim, o artista ítalo-brasileiro voltou a frequentá-la.

Nesse período, ele recebeu um prêmio de um concurso e viajou, logo em seguida, para a França. Lá, se interessou pela art nouveau, e depois, descobriu o impressionismo, sendo bastante influenciado por essa corrente. 

Anos depois, retornou ao Brasil e realizou sua primeira exposição individual. O trabalho do artista ficou bastante marcado pela beleza decorativa e pelo design impecável. 

Nesse período, suas obras do pontilhismo se destacaram. Como é o caso de algumas pinturas feitas no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Assim, Eliseu Visconti ficou conhecido como um dos principais artistas do pontilhismo brasileiro. 

Crédito: Eliseu Visconti


2. ARTHUR TIMÓTHEO DA COSTA  (1882 -1922)

Arthur Timótheo da Costa foi um artista carioca que atuou como pintor e decorador elaborando trabalhos emblemáticos nos dois campos. 

Assim como Eliseu Visconti, o artista também frequentou a Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. Logo, participou de eventos da instituição e, assim, se destacou e recebeu como prêmio uma viagem para a França. 

Em seguida, retornou ao Brasil, participou de exposições frequentes e também ganhou diversas medalhas. 

Seu trabalho foi dominado pela temática das paisagens. Assim, suas pinturas foram marcadas pela tradição da arte acadêmica, mas também apresentaram características do impressionismo.

Neste contexto, o artista valorizava questões importantes dessa corrente, como a luz, a sombra e a profundidade. Desse modo, deu vazão a outras formas de criar, sendo também influenciado pelo pontilhismo. 


3. BELMIRO DE ALMEIDA (1858-1935)

O mineiro Belmiro de Almeida apresentou talento artístico desde cedo, marcado pela habilidade natural de desenhar e pintar. 

Com uma trajetória bastante parecida com as dos outros artistas brasileiros do pontilhismo, Belmiro de Almeida também estudou na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro e ganhou prêmios por apresentar um trabalho único. 

Transitando entre a França e o Rio de Janeiro, o artista se destacou principalmente ao produzir caricaturas, assim como teve sucesso ao criar esculturas. Em relação à sua pintura, o seu trabalho também recebeu influência da proposta pontilhista. 


4. GUTTMANN BICHO (1888-1955)

O carioca Guttmann Bicho também frequentou a Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. Logo, conquistou prêmios e medalhas e viajou para a Europa e, assim, se fixou na França. 

Em seguida, o artista, que tinha profundo conhecimento sobre a arte do retrato, se tornou icônico nesse estilo. Vale destacar, também, que seu trabalho ficou conhecido por apresentar, com frequência, a temática da natureza-morta. Assim, algumas das suas pinturas também foram influenciadas pela técnica pontilhista. 


5. RODOLFO CHAMBELLAND (1879-1967)

O carioca Rodolfo Chambelland, assim como seus outros colegas do período da Primeira República, também estudou na Escola Nacional de Belas Artes. Bastante conhecido por sua habilidade de criar figuras e caricaturas, Rodolfo Chambelland também atuou com sucesso na pintura decorativa. 

Assim, elaborou pinturas de cair o queixo em diversas obras pelo Rio de Janeiro, como no Palácio Tiradentes. Viajado e curioso, o artista incluiu, em algumas de suas obras, a técnica do pontilhismo. 


OBRAS DE PONTILHISMO: CONHEÇA AS PRINCIPAIS

Confira, agora, algumas das principais obras de pontilhismo brasileiro. 

1. EFEITOS DO SOL 1892- BELMIRO DE ALMEIDA

obras de pontilhismo

Crédito: Enciclopédia Itaú Cultural


2. BAILE À FANTASIA – 1913-  RODOLFO CHAMBELLAND

pontilhismo artistas brasileiros

Crédito: Enciclopédia Itaú Cultural


3. VOLTA ÀS TRINCHEIRAS- 1917- ELISEU VISCONTI​​​

obras de pontilhismo

Crédito: Wikipédia


4. PAISAGEM COM CASARIO NA ILHA DO GOVERNADOR- GUTTMANN BICHO 

obras de pontilhismo

Crédito: Catálogo das Artes

Fonte:laartart

Gostou de saber mais sobre o pontilhismo, seus artistas brasileiros e também conhecer as principais obras de pontilhismo? Compartilhe!


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête