Quando se estuda a Revolução Russa, dois grupos são apresentados. Aparentemente, eles possuem teorias distintas. Qual a diferença entre bolcheviques e mencheviques? Ambos, na verdade, têm como fim um objetivo comum.

O desejo de implementar a revolução comunista. A raiz de suas aparentes diferenças está na forma como aplicam a teoria marxista.

O que você vai encontrar neste artigo?

  1. A teoria marxista ajuda a entender qual a diferença entre bolcheviques e mencheviques
  2. Qual a diferença entre Bolcheviques e Mencheviques?
  3. Os interesses da atual política russa são um reflexo da ação de bolcheviques e mencheviques!
  4. O que defendem os bolcheviques?
  5. O que defendem os mencheviques?
  6. Líderes Bolcheviques e Mencheviques
  7. O Teatro das Tesouras

O socialismo científico está entre as principais ideias de Karl Marx, e é ele que leva ao comunismo. Em resumo, é uma doutrina que orienta as práticas necessárias para se instaurar a revolução. Somente assim ele crê que conseguirá uma sociedade igualitária.

O socialismo pode ser entendido em duas formas básicas:

  • Socialismo utópico: corrente de pensamento que pretende alcançar uma sociedade ideal de forma lenta, gradual e pacífica.
  • Socialismo científico: é a principal ideia de Karl Marx, na qual ele ensina que é preciso uma revolução e uma luta armada para mudar a sociedade e acabar com as injustiças. Por isso, ele fez uma análise crítica e científica do capitalismo.

Existem outras versões e nem todas envolvem a violência. Mas a essência permanece sendo a teoria da luta de classes e a abolição da propriedade privada.

Não ter propriedade privada é não possuir nada próprio. Tudo será do Estado, que terá a responsabilidade de distribuir tudo igualmente. Na prática, o governo passa a ser o único detentor de propriedades. Isso recebe o nome de capitalismo de Estado ou partido único.

Em sua forma pura, o marxismo defende que pela revolução a classe operária deve tomar os meios de produção dos burgueses. O governo, por sua vez, deve suprimir os burgueses para que percam a hegemonia na manutenção do poder, que constituem juntos a infraestrutura e a superestrutura.

superestrutura é a dominação das classes. Os trabalhadores, com sua força de produção, formam a infraestrutura. A superestrutura é pensada para manter os operários alienados.

Marx defendia que o comunismo seria alcançado mediante a ditadura do proletariado, ou socialismo. Somente dessa forma as estruturas sociais seriam alteradas.

Depois de instaurada a ditadura do proletariado e o socialismo, o próximo passo seria a abolição do Estado. A finalidade é alcançar uma sociedade igualitária, sem classes e apátrida, sem nacionalidade.

A grande diferença entre bolcheviques e mencheviques é a adesão total ou parcial à teoria de Marx e como ela deve ser aplicada no processo revolucionário comunista.


Qual a diferença entre Bolcheviques e Mencheviques?

Os mencheviques não desejavam uma revolução violenta, mas queriam que a transição fosse política e pacífica. Os bolcheviques já desejavam a revolução comunista a qualquer custo.

Em russo, “bolchevique” quer dizer maioria; e “menchevique”, minoria. Os mencheviques eram adeptos do socialismo por etapas, exatamente como pregava Karl Marx. Eles acreditavam que a Rússia, por ser um país camponês e feudal, ainda precisava se industrializar antes de se tornar socialista e que, portanto, outras nações a precederiam nessa jornada.

Os bolcheviques, por sua vez, defendiam as ideias de Lenin: uma revolução armada que deveria ser feita a todo custo, sem esperar qualquer amadurecimento.

Entender a fundo as ideias de bolcheviques e mencheviques ajuda a compreender quais são suas diferenças.


Os interesses da atual política russa são um reflexo da ação de bolcheviques e mencheviques!

Invasão Bolchevique, filme original da Brasil Paralelo.

No dia 24 de fevereiro de 2022, o início de uma nova guerra passou a tomar conta do noticiário.

A Rússia decide invadir a Ucrânia. Mas, o que se vê no noticiário não responde as questões principais deste acontecimento.

Analisar o presente sem entender o passado é como montar um quebra-cabeça sem todas as peças.

Diferentemente do que estão fazendo, a Brasil Paralelo decidiu dar um passo atrás para investigar o que não está sendo contado.

No dia 22 de março, foi ao ar Invasão Bolchevique, um original BP que se aprofunda no fato mais importante da história Russa: a revolução socialista de 1917, um passado que ainda pauta o presente.

O filme retrata a origem do movimento revolucionário na Rússia, a tensão política anterior à revolução de 1917 e também busca entender as ideias vigentes no maior país do mundo.


O que defendem os bolcheviques?

Os bolcheviques, que significa maioria, em russo, defendiam a revolução armada, visando instaurar o comunismo imediatamente. Eram liderados por Lênin. Eles eram o grupo majoritário do partido comunista da Rússia.

A divisão do partido operário social-democrata russo, o partido comunista, aconteceu no início do século XX, quando o movimento socialista ganhava força no país.

Vladimir Ilich Ulyanov, mais conhecido como Lênin, era o principal líder do movimento bolchevique. Lênin havia estudado as obras de Karl Marx por anos, e estava convicto de que era necessário acabar com o império russo e começar um governo comunista.


Stálin, Lênin e Trotsky, principais líderes bolcheviques.

As principais características dos bolcheviques são:

  • fazer a revolução comunista através da violência — os bolcheviques assassinaram aproximadamente 10 milhões de russos durante a revolução de 1917;
  • ser contra qualquer tipo de governo burguês;
  • seguir a doutrina comunista de maneira adaptada, não como pregada por Marx. Os bolcheviques incentivaram outros países rurais a tornarem-se comunistas, como o Vietnã, o Irã e muitos outros, até o Brasil.

O que defendem os mencheviques?

Pavel Axelrod, Julius Martov e Aleksandr Martinov, membros do partido Menchevique.

Os mencheviques defendiam uma revolução moderada rumo ao socialismo, para depois implementar o comunismo. A intenção deste grupo era fazer uma transição do império czarista para a democracia, o que desenvolveria o capitalismo e depois permitiria a implantação do comunismo, baseando-se no pensamento de Karl Marx.

Os adeptos do movimento comunista menchevique buscavam seguir perfeitamente o pensamento de Karl Marx

O pensamento de Marx afirma que todos os países naturalmente se tornarão capitalistas. Depois dessa fase, o comunismo será implantado de forma orgânica, ou seja, natural.

Os mencheviques acreditavam que a Rússia, por ser um país camponês e feudal, ainda precisava industrializar-se antes de se tornar socialista.

As principais características dos mencheviques são:

  • revolução gradual e moderada — formação do governo comunista após a industrialização da Rússia;
  • revolução não violenta;
  • defesa de um governo formado por burgueses antes da implementação do socialismo;

Líderes Bolcheviques e Mencheviques

Os principais líderes bolcheviques são:

  • Stálin;
  • Lênin;
  • Trotsky.

Os principais líderes mencheviques são:

  • Julius Martov;
  • Georgy Plekanov.

Durante o processo revolucionário russo, Lênin percebeu uma maior adesão do povo aos mencheviques. Para isso criou a estratégia das tesouras.


O Teatro das Tesouras

O povo russo era majoritariamente religioso e convivia bem com o império. O reinado de Alexandre II era popular e benquisto pela população. Alexandre garantiu estudos e cultura para toda a Rússia.

O próprio pai de Lênin era burguês, funcionário de Alexandre II. Apenas o pai do líder revolucionário abriu 300 escolas para o povo na Rússia do final do século XIX, sendo muito condecorado por isso.

Contudo, os revolucionários já estavam articulados no país e o movimento Vontade Popular assassinou Alexandre II.

Seu filho, Alexandre III, rumou para uma política antipopular, buscando vingar seu pai. Ele entendeu que as políticas populares de seu pai abriram as portas para a violência comunista.

O movimento socialista aproveitou as atitudes de Alexandre III e instigou a revolução popular. No entanto, o povo ainda não desejava um sistema comunista, e foi aí que Lênin criou sua famosa estratégia, o Teatro das Tesouras.

Lênin sugeriu que fossem constituídos dois partidos. A divisão serviria para produzir uma ideia de oposição quando, na verdade, ambos os lados trabalhavam juntos.

Inicialmente, houve certa resistência a esse projeto, mas Lênin conseguiu uma vitória por maioria, o que concedeu ao seu partido o nome “bolchevique”. Embora estivessem fragmentados, havia um plano central: tornar a Rússia um país comunista.

Como os grupos ainda eram do mesmo partido, todo apoio aos mencheviques iria dar poder também aos bolcheviques.

Lênin liderou a revolução, mas não recebeu o poder após o triunfo dos movimentos populares. Embora ele fosse líder dos bolcheviques, estes representavam apenas a maioria do partido, e não do povo.

O povo apoiou o governo mais ameno dos mencheviques. Uma ideia que não havia sido amplamente discutida, foi tomada como o único caminho possível.

Com a fundação dos dois partidos, os bolcheviques intensificaram seus atentados nas ruas de Moscou. Eles buscavam fazer frente à guerra com estes protestos.

A separação dos partidos como Lênin previu funcionou, o governo entendeu que os mencheviques eram uma ameaça menor, enquanto os bolcheviques eram percebidos como os extremistas.

Como o partido menchevique era o principal perante a opinião pública, seus integrantes assumiram o comando da Rússia em fevereiro de 1917. Eles estabelecem o governo provisório com Alexander Kerensky como líder.

Este prometeu para os russos o caminho normal dos outros Estados: a elaboração de uma constituição e a fundação de instituições.

Lênin apostou que o melhor artifício para tomar o poder era esperar. As promessas dos mencheviques envolviam criar instituições, leis e códigos legislativos, o que seria muito tudo demorado de viabilizar.

O povo em meio a revolução não iria aguentar essa lentidão e, com o tempo, as próprias massas expressariam um desejo pelo caminho radical.

Publicamente Lênin fingia apoiar o governo dos mencheviques, pelas costas, incitava o radicalismo com discursos inflamados, como: “Eles prometeram uma constituição e não entregaram nada”.

Como o povo estava em situação miserável, o discurso de Lênin repercutiu. Os bolcheviques já eram maioria política, a derrubada do governo menchevique foi rápida, realizada em poucos meses de república.

Os discursos carismáticos de Lênin e seu camarada Trotsky convenciam o povo de que os bolcheviques defendiam a única política viável para a Rússia.

Além de desmoralizar o governo provisório dos mencheviques, esse recurso possibilitou que todas as medidas radicais dos bolcheviques estivessem justificadas perante a opinião pública.

Tais ações foram bem-sucedidas. Em outubro de 1917, os mencheviques foram destruídos e a população clamava por medidas mais drásticas.

Após os governos mencheviques, Lênin, o bolchevique líder da revolução, assume o poder e governa a Rússia até sua velhice.

Comente e compartilhe. Quem você acha que vai gostar de ler sobre qual a diferença entre bolcheviques e mencheviques?

Fonte:brasilparalelo


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête