Amigo da Onça

Essa expressão remete a alguém que não é tão confiável e que coloca os outros em situações embaraçosas. O termo surgiu na década de 60, devido as charges do cartunista Péricles Albuquerque Maranhão, publicadas na revista O Cruzeiro. O personagem chamado Amigo da Onça era pouco confiável e colocava seus amigos em situações nada agradáveis.

Exemplo:

O João? Esse é amigo da onça, fica esperto se não sobra pra você também…


Paredes Têm Ouvidos

A expressão é usada quando uma pessoa pede para que outra fale baixo, uma vez que alguém pode escutar a conversa alheia. O termo pode ter surgido por conta da Rainha Catarina Medicis, que furava as paredes para ouvir pessoas das quais suspeitava que seriam protestantes franceses.

Exemplo:

Fale baixo, as paredes têm ouvidos e logo vão descobrir que você está namorando.


Pagar o Pato

Quando dizemos que vamos pagar o pato, significa que levamos a culpa por algo que não fizemos. Ela surgiu de um conto italiano sobre um camponês que queria vender um pato a uma moça, porém por não ter dinheiro, ela acaba oferecendo sexo. O marido da moça chega em casa e encontra os dois discutindo. Quando perguntou o motivo da briga, o camponês diz que ainda faltava uma quantia para o pagamento do bicho, fazendo com que o marido traído pagasse pelo pato.

Exemplo:

Fui ajudar e acabei pagando o pato. A bronca sobrou toda pra eu aguentar.

Viu, eu disse que você ia pagar o pato. Bem feito.


Chutar o Balde

Essa expressão significa algo como se rebelar por estar cansado de fazer as coisas de um modo, largar de mão quando não está feliz em uma situação. A expressão pode ter sido criada por conta do coice que a vaca dá no balde de leite quando não está muito contente com a ordenha.

Exemplo:

Chega, eu vou chutar o balde nesta prova e ver no que dá.

Fonte:dicionariopopular


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête