“Dânae” foi encomendada por volta de 1531 pelo Duque de Mântua, Federico Il Gonzaga, como parte de uma série sobre os amores do mítico Júpiter. A pintura retrata Dânae, a filha de Acrísio, o rei de Argos. Segundo a lenda, Acrísio, ao saber de um oráculo que o filho de Dânae o mataria, trancou sua filha em uma torre. Júpiter, na forma de uma chuva dourada, desceu a Dânae e ela logo deu à luz um filho, Perseu, que acabou matando o rei Acrísio. Correggio retrata Júpiter na forma de uma nuvem dourada, flutuando acima da cabeça de Dânae, que está sendo despido por Eros.

1531 –  pintura mitológica – 161 x 193 cm – Galleria Borghese

Fonte:wikiart


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête