Busca

TÊTE-À-TÊTE

Ampliando conhecimentos

Categoria

poetas

SABER VIVER – CORA CORALINA

Não sei…se a vida é curtaou longa demais para nós.Mas sei que nada do que vivemostem sentido,se não tocarmos o coração das pessoas. Muitas vezes basta ser:colo que acolhe,braço que envolve,palavra que conforta,silêncio que respeita,alegria que contagia,lágrima que corre,olhar que... Continue lendo →

DESPEDIDA – CECÍLIA MEIRELES

Por mim, e por vós, e por mais aquiloque está onde as outras coisas nunca estão,deixo o mar bravo e o céu tranqüilo:quero solidão. Meu caminho é sem marcos nem paisagens.E como o conheces? - me perguntarão.- Por não ter... Continue lendo →

AS SEM-RAZÕES DO AMOR -DRUMMOND

Eu te amo porque te amo,Não precisas ser amante,e nem sempre sabes sê-lo.Eu te amo porque te amo.Amor é estado de graçae com amor não se paga.Amor é dado de graça,é semeado no vento,na cachoeira, no eclipse.Amor foge a dicionáriose... Continue lendo →

MEU PAI

“Gosto de reverA imagem forte do meu paiTremendo o assoalhoAo caminharÉ doce me lembrarComo se temiaQuando ele perdiaA abotoaduraO guarda-chuvaA chave de fendaHoje é lendaA figura enigmáticaA disciplina duraA rotina sistemáticaO pai não morreEle corre na frentePra levantar o segredo... Continue lendo →

LUA ADVERSA – CECÍLIA MEIRELES

Tenho fases, como a luaFases de andar escondida,fases de vir para a rua…Perdição da minha vida!Perdição da vida minha!Tenho fases de ser tua,tenho outras de ser sozinha. Fases que vão e que vêm,no secreto calendárioque um astrólogo arbitrárioinventou para meu... Continue lendo →

CANÇÃO DO DIA DE SEMPRE – MÁRIO QUINTANA

Tão bom viver dia a dia...A vida assim, jamais cansa...Viver tão só de momentosComo estas nuvens no céu...E só ganhar, toda a vida,Inexperiência... esperança...E a rosa louca dos ventosPresa à copa do chapéu.Nunca dês um nome a um rio:Sempre é... Continue lendo →

CANTIGA PARA NÃO MORRER – FERREIRA GULLAR

Quando você for se embora,moça branca como a neve,me leve. Se acaso você não possame carregar pela mão,menina branca de neve,me leve no coração. Se no coração não possapor acaso me levar,moça de sonho e de neve,me leve no seu... Continue lendo →

POEMA DO AMIGO APRENIZ – FERNANDO PESSOA

Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.Nem tão longe e nem tão perto.Na medida mais precisa que eu puder.Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,Da maneira mais discreta que eu souber.Sem tirar-te a liberdade,... Continue lendo →

AS MÃOS DE MEU PAI – MÁRIO QUINTANA

As tuas mãos tem grossas veiascomo cordas azuissobre um fundo de manchasjá da cor da terra— como são belas as tuas mãospelo quanto lidaram, acariciaramou fremiram da nobre cólera dos justos…Porque há nas tuas mãos, meu velho pai,essa beleza que... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑