Zygmunt Bauman viveu o fascismo na primeira pessoa e chegou ao século XXI para contar essa história. No entanto, foi a partir de uma visão académica, que adquiriu, essencialmente, em Inglaterra, que conseguiu transmitir esse testemunho de superação. O valor... Continue lendo →