Busca

TÊTE-À-TÊTE

Ampliando conhecimentos

Tag

josé régio

SABEDORIA – JOSÉ RÉGIO

Desde que tudo me cansa,Comecei eu a viver.Comecei a viver sem esperança...E venha a morte quandoDeus quiser. Dantes, ou muito ou pouco,Sempre esperara:Às vezes, tanto, que o meu sonho loucoVoava das estrelas à mais rara;Outras, tão pouco,Que ninguém mais com... Continue lendo →

POEMA DO SILÊNCIO – JOSÉ RÉGIO

Sim, foi por mim que gritei.Declamei,Atirei frases em volta.Cego de angústia e de revolta. Foi em meu nome que fiz,A carvão, a sangue, a giz,Sátiras e epigramas nas paredesQue não vi serem necessárias e vós vedes. Foi quando compreendiQue nada... Continue lendo →

SONETO DE AMOR – JOSÉ RÉGIO

Não me peças palavras, nem baladas,Nem expressões, nem alma...Abre-me o seio,Deixa cair as pálpebras pesadas,E entre os seios me apertes sem receio. Na tua boca sob a minha, ao meio,Nossas línguas se busquem, desvairadas...E que os meus flancos nus vibrem... Continue lendo →

CÂNTICO NEGRO – JOSÉ RÉGIO

"Vem por aqui" - dizem-me alguns com os olhos docesEstendendo-me os braços, e segurosDe que seria bom que eu os ouvisseQuando me dizem: "vem por aqui!"Eu olho-os com olhos lassos,(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)E cruzo os braços,E nunca... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑