Busca

TÊTE-À-TÊTE

Ampliando conhecimentos

Tag

POESIA

BIOGRAFIAS: CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

Carlos Drummond de Andrade foi um grande poeta, contista e cronista brasileiro. Pelo conjunto de sua obra, tornou-se um dos principais representantes da Literatura Brasileira do século XX. É considerado, por muitos críticos literários, como um dos principais escritores do... Continue lendo →

COMO NASCE A POESIA, NAS PALAVRAS DE EDGAR ALLAN POE

No ensaio Filosofia da Composição (1846), o escritor norte-americano Edgar Allan Poe desnuda o percurso da criação poética, servindo-se do seu célebre poema “O Corvo” – “The Raven” na língua original – como meio para explicar a criação artística. Refletindo sobre as... Continue lendo →

A ESTA HORA

A esta hora branda d'amargura,A esta hora triste em que o luarAnda chorando, Ó minha desventuraOnde estás tu? Onde anda o teu olhar? A noite é calma e triste... a murmurarAnda o vento, de leve, na doçuraIdeal do aveludado arOnde... Continue lendo →

A UM AUSENTE

Tenho razão de sentir saudade,tenho razão de te acusar.Houve um pacto implícito que rompestee sem te despedires foste embora.Detonaste o pacto.Detonaste a vida geral, a comum aquiescênciade viver e explorar os rumos de obscuridadesem prazo sem consulta sem provocaçãoaté o... Continue lendo →

Muito embora as estrelas do InfinitoLá de cima me acenem carinhosasE desça das esferas luminosasA doce graça de um clarão bendito; Embora o mar, como um revel proscrito,Chame por mim nas vagas ondulosasE o vento venha em cóleras medrosasO meu... Continue lendo →

ESCUTA-ME PIEDOSAMENTE

Escuta-me piedosamente.Não vale a pena amar-me não,Mas o que o meu coração sente -Ah, quero que te passe renteÀ ideia do teu coração... Quero que julgues que podiasSe quisesses, amar-me. SóSaber isso consolariaMinha alma erma de alegria...Ter a certeza do teu... Continue lendo →

SENHOR, MEU PASSO ESTÁ NO LIMIAR

Senhor, meu passo está no LimiarDa Tua Porta. Faz-me humilde ante o que vou legar...Meu mero ser que importa? Sombra de Ti aos meus pés tens, desenhoDe Ti em mim, Faz que eu seja o claro e humilde engenhoQue revela... Continue lendo →

ELA CANTA, POBRE CEIFEIRA

Ah, poder ser tu, sendo eu!Ter a tua alegre inconsciência,E a consciência disso! Ó céu!Ó campo! Ó canção! A ciência Pesa tanto e a vida é tão breve!Entrai por mim dentro! TornaiMinha alma a vossa sombra leve!Depois, levando-me, passai! ...... Continue lendo →

O ANJO ANUNCIADOR

— Ouve, Maria, a nossa(não, não te assustes!) é uma luminosatarefa: retecero pequeno clarão que abandonaram,o lume que anda oculto pela treva!Porque irás conceber!Porque a mão, desejosae tosca, que O tentarareter, ainda que leve,desfez-se ao toque, assim como uma veztocado... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑