Busca

TÊTE-À-TÊTE

Ampliando conhecimentos

Tag

versos

AH O CREPÚSCULO, O CAIR DA NOITE, O ACENDER DAS LUZES NAS GRANDES CIDADES

Ah o crepúsculo, o cair da noite, o acender das luzes nas grandes cidades E a mão de mistério que abafa o bulício,E o cansaço de tudo em nós que nos corrompePara uma sensação exacta e precisa e activa da... Continue lendo →

TODAS AS CARTAS DE AMOR SÃO

Todas as cartas de amor sãoRidículas.Não seriam cartas de amor se não fossemRidículas. Também escrevi em meu tempo cartas de amor,Como as outras,Ridículas. As cartas de amor, se há amor,Têm de serRidículas. Mas, afinal,Só as criaturas que nunca escreveramCartas de... Continue lendo →

LIBERDADE – FERNANDO PESSOA

Ai que prazerNão cumprir um dever,Ter um livro para lerE não o fazer!Ler é maçada,Estudar é nada.O sol doiraSem literatura.O rio corre, bem ou mal,Sem edição original.E a brisa, essa,De tão naturalmente matinal,Como tem tempo não tem pressa... Livros são... Continue lendo →

EM FRONTISPÍCIO

“Eu vos compensarei pelos anos que o gafanhoto comeu…”(Joel, 2: 25) O Senhor prometera nos compensar os anosque a legião dos gafanhotos devorara,meu coração, mas a promessa era tão raraque achei mais natural vê-Lo mudar de planos que afinal ocupar-Se... Continue lendo →

NOTURNO

Não sou o que te quer. Sou o que descea ti, veia por veia, e se derramaà cata de si mesmo e do que é chamae em cinza se reúne e se arrefece. Anoitece contigo. E me anoiteceo lume do... Continue lendo →

O MORTO HABITUADO

Não são leves os laçosdo absurdo exercício:o homem lado a ladocom seu laçado ritmo. muito menos cumpridodo que dependurado,plataforma do umbigoao pescoço do hábito. Mas ao engravatadoqual o conforto vindoprovar que o inimigonão inventou o laço? Por outro lado, faustodo... Continue lendo →

INTIMIDADE

No coração da mina mais secreta,No interior do fruto mais distante,Na vibração da nota mais discreta,No búzio mais convolto e ressoante, Na camada mais densa da pintura,Na veia que no corpo mais nos sonde,Na palavra que diga mais brandura,Na raiz... Continue lendo →

ESTA VIDA

Um sábio me dizia: esta existência,não vale a angústia de viver. A ciência,se fôssemos eternos, num transportede desespero inventaria a morte.Uma célula orgânica apareceno infinito do tempo. E vibra e crescee se desdobra e estala num segundo.Homem, eis o que... Continue lendo →

ANDAR?! NÃO ME CUSTA NADA!

Andar?! Não me custa nada!... Mas estes passos que dou Vão alongando uma estrada Que nem sequer começou. Andar na noite?!Que importa?... Não tenho medo da noite Nem medo de me cansar: Mas na estrada em que vou, Passo sempre... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑