O Cristianismo é uma religião baseada na crença em Jesus Cristo e em seus ensinamentos. Para os cristãos, Jesus é o filho de Deus, o criador do Universo.

A história do Cristianismo começa com vinda de Jesus à Terra, há pouco mais de dois mil anos. Assim, a contagem de tempo cristã inicia após o nascimento de Jesus. Observe que episódios históricos são marcados por datas a.C. (antes de Cristo) e d.C. (depois de Cristo).

É a religião com o maior número de fiéis em todo mundo. Atualmente, estima-se que tenha cerca de 2,2 bilhões de adeptos, o que representa 29% da população mundial.

História do Cristianismo

A história do Cristianismo começa com a chegada de Jesus Cristo na Terra, precisamente a partir de seu nascimento, ocorrido na cidade de Belém, localizada na Judeia (território de Israel). Era filho de Maria e de José.

Os adeptos do Cristianismo creem que Jesus é o filho de Deus, tendo encarnado na Terra para trazer ensinamentos fundamentados no amor em Deus e no amor ao próximo.

JesusNascimento de Cristo, retratado por Gerard van Honthorst .

Os princípios morais demonstrados e vividos por Jesus durante sua passagem pela Terra são seus grandes ensinamentos e até hoje são considerados como modelo que deve ser seguido por todos cristãos.

A história do Cristianismo conta que o modo de comportamento, os ensinamentos deixados e os milagres feitos por Jesus causaram grande incômodo aos líderes romanos da época, que não aceitavam a chegada de um novo líder com tanto apelo junto ao povo.

Por seus atos ao longo da vida Jesus despertou o interesse de inúmeras pessoas que passaram a segui-lo. Seria esse o principal motivo que teria levado ele a ser incansavelmente perseguido pelos romanos. Como consequência dessa perseguição, Jesus foi morto, pregado na cruz, aos 33 anos. Sua condenação e morte aconteceu por ordem de Pôncio Pilatos, governador da Judeia.

Conta-se que sua ressurreição aconteceu três dias depois de sua morte, acontecimento que mais tarde deu origem à Páscoa Cristã, época do ano em que se comemora o renascimento de Jesus.

Mesmo após a morte, a história de Jesus foi repassada ao longo dos anos. E foi o legado de suas ideias e ensinamentos que deu origem ao Cristianismo.

A história de Jesus e o Novo Testamento

A história de Jesus na Terra é contada na Bíblia – o livro sagrado do Cristianismo. O Novo Testamento é composto pelos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João.

A palavra Evangelho pode ser traduzida como “boa nova”, isto é, no Evangelho está registrada a história da boa nova: a chegada de Jesus na Terra e a lembrança de seus ensinamentos.

Principais características do Cristianismo

As principais características do Cristianismo são:

  • é uma religião monoteísta (crença em um único Deus),
  • é fundamentado na crença em Jesus Cristo e em sua vinda à Terra,
  • a Bíblia é o livro sagrado que deve ser seguido pelos cristãos,
  • crença na Santíssima Trindade (formada por Pai, Filho e Espírito Santo),
  • o primeiro e mais importante mandamento da religião é: “Amar a Deus sobre todas as coisas”,
  • é a religião que possui o maior número de adeptos no mundo,
  • tem a crença de que após a morte as pessoas passam para a vida eterna,
  • crença no dia do Juízo Final, que aconteceria com a volta de Jesus Cristo.

Juízo Final
O dia do Juízo Final pintado por Michelangelo, Capela Sistina (Vaticano/Itália)

Símbolos do Cristianismo

Alguns dos símbolos mais usados no Cristianismo são: pomba, peixe, cruz e pão e vinho.

Símbolos

Pomba

A pomba é a representação da presença do Espírito Santo. A história cristã conta que o símbolo é usado porque no dia do batizado de Jesus, no rio Jordão, a presença do Espírito Santo se materializou pela chegada de uma pomba branca.

Peixe

Existem algumas histórias que explicam a simbologia do peixe no Cristianismo. Uma delas menciona o fato de que muitos apóstolos de Jesus eram pescadores, além do fato de que peixe era uma comida muito comum na época.

Outra explicação interessante é que as iniciais da palavra ichthus – que significa peixe em grego – formavam a frase Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador (ICHTHUS – Iesus Christos Theos Huios Sopter).

Cruz

A cruz é provavelmente o símbolo mais representativo do Cristianismo. Retrata a lembrança de Jesus e de sua morte, que significou um ato de amor para a salvação da sociedade.

Apesar de não ser um símbolo surgido com o Cristianismo, foi adotado pelas religiões cristãs e está presente nas igrejas e em muitos objetos usados pelos cristãos.

Pão e vinho

O pão e o vinho são símbolos que remetem à Santa Ceia, a última ceia que Jesus Cristo partilhou com os apóstolos antes do momento de sua crucificação.

Hoje, o pão e o vinho são utilizados na celebração de missas e no momento da Eucaristia, como uma representação do alimento espiritual que existe na comunhão com Deus.

Última CeiaA Última Ceia de Jesus. Pintada por Leonardo da Vinci na Igreja Santa Maria delle Grazie (Milão/Itália).

Rituais e crenças do Cristianismo

Existem alguns ritos que são cultivados no Cristianismo. Os principais são:

  • Hábito da oração: é provavelmente o hábito fundamental dos cristãos. A oração dirigida a Deus é uma forma de louvor, de agradecimento ou de pedido de ajuda. Entre as orações mais conhecidas estão o Pai Nosso (oração ensinada por Jesus), a Ave Maria e o Credo.
  • Reza do Terço: rezar o Terço (ou o Rosário) é uma forma de entrega da fé e demonstração de amor a Deus. Durante as orações, os cristãos costumam refletir sobre os quatro Mistérios (Gozosos, Dolorosos, Gloriosos e Luminosos).
  • Sermão religioso: o sermão é um rito comum nos momentos de celebração da fé, especialmente durante as missas. É o momento em que o celebrante passa aos fiéis a palavra de Deus. A leitura e a reflexão sobre passagens bíblicas é parte fundamental dos sermões cristãos.
  • Celebração dos Sacramentos: os Sacramentos existem ou são adotados de formas diferentes em cada uma das vertentes do Cristianismo. Mas de forma geral, os Sacramentos são: Batismo, Confissão, Eucaristia, Crisma, Ordem, Matrimônio e Unção dos Enfermos.
  1. Batismo: Sacramento em que a pessoa batizada se torna cristã.
  2. Confissão: momento em que o sacerdote, em nome de Deus, concede o perdão dos pecados. A Confissão deve ser feita antes da Eucaristia.
  3. Eucaristia: momento de comunhão, através da consagração da hóstia e do vinho, que representam o corpo e o sangue de Cristo.
  4. Crisma: é também chamada de Confirmação, pois é um Sacramento que confirma os votos batismais do início da vida Cristã.
  5. Ordem: a Ordenação Sacerdotal é um ritual que concede o grau de sacerdote a um seminarista, isto é, a quem passa pelo processo de preparação para tornar-se um sacerdote da Igreja.
  6. Matrimônio: celebração do casamento religioso, que acontece na Igreja. É realizado por um sacerdote, que representa a bênção de Deus para a união.
  7. Unção dos Enfermos: é um sacramento concedido a pessoas que estão doentes, com o objetivo de fortalecer a fé para enfrentar a doença.

Quais são as Igrejas Cristãs?

O Cristianismo se divide em algumas vertentes que têm suas particularidades a respeito de alguns pontos fundamentais. São as seguintes: Igreja Católica, Igreja Ortodoxa e Igreja Protestante.

Igreja Católica

A Igreja Católica é a mais antiga Igreja em funcionamento. Nela, existe a liderança do Papa, mais alto grau da Igreja, o que não acontece nas outras vertentes.

Outras características da Igreja Católica são: o celibato obrigatório, a adoção da Bíblia como livro sagrado e a crença na existência do purgatório. Há também culto aos Santos católicos e a adoção de Sete Sacramentos: Batismo, Confissão, Crisma, Eucaristia, Ordem, Matrimônio e Unção dos enfermos.

Igreja Ortodoxa

A Igreja Ortodoxa surgiu após uma separação dentro da Igreja Católica. Ela possui mais adeptos no Continente Europeu, mas também é adotada pelos brasileiros.

Diferencia-se da Igreja Católica em aspectos como a ausência de um líder. Além disso, na Igreja Ortodoxa o celibato não é obrigatório e não existe crença de que os fiéis podem ir ao purgatório após a morte.

Como pontos em comum com a Igreja Católica, podem ser citados o uso de vestes litúrgicas, a Bíblia como livro sagrado e a crença de que a salvação da humanidade está no poder da fé.

Igreja Protestante

É a mais recente das três divisões vertentes cristãs e surgiu a partir da ocorrência da Reforma Protestante, promovida por Martinho Lutero, no século XVI. Assim, como as outras Igrejas, também adota a Bíblia como livro sagrado e fundamental.

Assim como acontece na Igreja Ortodoxa, na Protestante não existe a figura de líder equivalente ao Papa da Igreja Católica. Os protestantes adotam apenas três Sacramentos: Batismo, Eucaristia e o Catecumenato (equivalente à Catequese) e também não acreditam na existência do Purgatório.

Festas do Cristianismo

As principais festividades do calendário do Cristianismo são:

  • Quaresma: é um período de reflexão e interiorização para os cristãos. Inicia-se 40 dias antes da comemoração da Páscoa.
  • Páscoa: data em que o Cristianismo comemora a ressurreição de Jesus Cristo.
  • Pentecostes: comemoração do momento em que Espírito Santo desceu sobre os apóstolos de Jesus. A festividade acontece 50 dias após a comemoração da Páscoa.
  • Natal: festa cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo, comemorado anualmente no dia 25 de dezembro.

Cristianismo no Brasil

As religiões cristãs são as mais populares no país. De acordo com dados do IBGE, no Brasil, aproximadamente 86% da população considera-se cristã. Entre as divisões das religiões cristãs, o maior número de adeptos é do catolicismo.

O número é um pouco menor do que o registrado nas últimas décadas. Mas, conforme o Instituto, apesar da diminuição no número de adeptos, o Brasil ainda é o país com maior concentração de cristãos em todo o mundo.


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête