Cossacos escrevem carta ao Sultão turco (em russo: Запорожцы пишут письмо турецкому султану) é uma pintura a óleo sobre tela do pintor e escultor russo Ilya Repin (1844-1930). Sabe-se que pintura foi iniciada em 1880 e concluída em 1891 pois Repin gravou os anos de trabalho ao longo do bordo inferior da tela.

O czar Alexandre III comprou a pintura por 35.000 rublos, na época a maior soma já paga por uma pintura russa. Desde então, a tela tem estado exposta no Museu Estatal Russo em S. Petersburgo.

Cossacos escrevem carta ao Sultão turco, 1889 - 1896 - Ilya Yefimovich Repin
Realismo – 358 x 203 – Museu Russo

Cossacos escrevem carta ao Sultão turco retrata uma cena supostamente histórica, situada em 1676, baseada na lenda de os cossacos terem enviado uma resposta a um ultimato do Sultão do Império Otomano Mehmed IV.

A resposta original a ter existido não sobreviveu; no entanto, na década de 1870, o etnógrafo amador Ya. Novitsky, de Ekaterinoslav (actual Dnipropetrovsk), encontrou uma cópia feita no século XVIII e deu-a ao historiador Dmytro Yavornitzky (1855-1940) que, por acaso, a leu a convidados seus, entre os quais estava o pintor Ilya Repin. Repin ficou curioso sobre a história e em 1880 começou o primeiro dos seus estudos sobre o tema.

A pintura mostra a alegria dos cossacos ouvindo e dizendo graçolas e asneiras provocadoras na sua resposta ao Sultão. Na época de Repin, os cossacos gozavam de grande simpatia popular e o próprio Repin também os admirava: “É verdade tudo o que Gogol escreveu sobre eles! É um povo maravilhoso! Ninguém no mundo tem tanta liberdade, igualdade e fraternidade.”

Ainda que mantendo e desenvolvendo a versão original, Repin elaborou em 1889 uma segunda versão, que ficou inacabada. Esta segunda versão de “Os Cossacos” foi oferecida em 1932 pela Galeria Tretyakov ao Museu Histórico de Carcóvia, a qual foi transferida em 1935, para o Museu de Arte da mesma cidade onde ainda se mantém.

Para o desenho das personagens Repin usou como modelos pessoas contemporâneas, sendo algumas figura públicasː

Os Cossacos zaporójios (do ucraniano: za porohamy, significando além dos rápidos), que habitavam as terras do baixo rio Dnieper na Ucrânia, tinham vencido em batalha o exército do Império Otomano. Não obstante, o sultão Mehmed IV exigiu que os Cossacos se submetessem ao Império Turco. Os Cossacos, liderados por Ivan Sirko, terão respondido de modo invulgar, numa carta repleta de insultos e obscenidades.

A resposta dos Cossacos terá sido na forma de um chorriho de asneiras e rimas vulgares, parodiando os títulos do sultão:

Existem várias cópias de grandes dimensões desta pintura de Repin, entre elas a famosa reprodução de Paul Porfirov, que foi estudante de Repin, que está actualmente no Museu de Arte de Cincinnati.

Fonte:wikiart


Até mais!

Equipe Tête-à-Tête